Tripulante com dedos semi-amputados evacuado de navio mercante

Zeycan_Ana1alt

O Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo da Turquia solicitou a evacuação do tripulante doente, tendo o Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODUMAR) do INEM, validado a necessidade de se proceder à evacuação urgente do tripulante. Neste âmbito, foi contactado o Centro de Busca e Salvamento Aéreo das Lajes (RCC Lajes), para planear e conduzir as ações de evacuação médica aérea.

O MRCC Delgada deu indicações ao navio para manter o rumo em direção à Ilha Terceira, de forma a encurtar a distância à Base das Lajes e assim permitir a operação de evacuação aérea com maior celeridade, refere um comunicado hoje emitido.

“Às 18h30, um helicóptero da Força Aérea descolou da Base Aérea das Lajes, com uma equipa médica militar a bordo, e voou ao encontro do Zeycan Ana que, na altura, já se encontrava a cerca de 391 Km (243 milhas náuticas) a norte da Ilha Terceira. Foi também empenhada uma aeronave C-295, a fim de acompanhar e apoiar as comunicações entre a embarcação, o helicóptero e os Centros de Busca e Salvamento envolvidos”, explica a Marinha.

A operação de evacuação foi executada com sucesso pelas 20h46, tendo o helicóptero aterrado no Aeroporto João Paulo II, Ponta Delgada, Ilha de S. Miguel, pelas 23h30, regressando à Base das Lajes, onde aterrou pelas 01h00.

Ainda segundo um comunicado da marinha, as condições meteorológicas no local da evacuação eram de vento fraco de norte e ondulação de 1.5 metros do quadrante noroeste.

DL/CZMA

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário