Mulher de 67 anos detida por tentar introduzir estupefaciente no interior da cadeia de Ponta Delgada

Grades-prisão

A Esquadra de Investigação Criminal da Divisão Policial de Ponta Delgada, em colaboração com o Corpo de Guardas Prisionais do Estabelecimento Prisional de Ponta Delgada, procedeu à detenção de uma mulher de 67 anos de idade quando tentava introduzir estupefaciente no interior da cadeia.

Segundo o comunicado da PSP, a detida, mãe de um recluso, procurou introduzir no interior do estabelecimento prisional, dissimulado em várias partes do corpo, cerca de 120 comprimidos SERENAL, cujo principio activo é o Oxazepam – substância proibida sem prescrição médica.

Tais compridos, que são muito procurados entre a população toxicodependente do estabelecimento prisional, visavam ser vendidos a preços muito inflacionados, proporcionando largas margens lucro, refere o comunicado da PSP.

A detida, sem antecedentes criminais, será presente hoje aos Serviços do Ministério Público de Ponta Delgada, para sujeição a primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação.

A investigação continuará a cargo da PSP.

DL/PSP

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário