Missões do navio Arquipélago são importantes para os Açores

fausto-brito-abreu-navio-arquipélago-mar-açores-

O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia afirmou que as missões desenvolvidas pelo navio de investigação ‘Arquipélago’ são “muito importantes” para ajudar a Região a cumprir as suas obrigações comunitárias, no que se refere à gestão das pescas e dos ‘stocks’ pesqueiros.

Fausto Brito e Abreu, que falava aos jornalistas no final de uma visita a este navio de investigação, sublinhou que o ‘Arquipélago’ constitui também “uma plataforma científica muito importante” para vários projetos que decorrem na Universidade dos Açores, muitas vezes envolvendo investigadores que se deslocam propositadamente aos Açores com esse fim.

Questionado sobre as condições do navio, o Secretário Regional salientou que o ‘Arquipélago’ esteve recentemente em estaleiro, onde foi objeto da “manutenção que estava prevista”, encontrando-se agora “em excelentes condições”.

Fausto Brito e Abreu salientou, no entanto, que este navio de investigação, por ser antigo, “tem algumas limitações em relação a certas técnicas” que atualmente estão disponíveis, como é o caso do uso de submarinos de controlo remoto (ROV).

Por outro lado, referiu que o navio é “relativamente pequeno”, o que lhe cria algumas limitações operacionais quando está mau tempo, já que a partir dos três metros de ondulação começa a ser difícil realizar algumas operações.

O Secretário Regional admitiu que “é sempre desejável ter meios melhores”, assegurando que o Governo dos Açores está atento a estas necessidades.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário