Grupo SATA com um prejuízo de 15,75 milhões de euros no ano de 2013

SATA_AIR_AzRs_Jun13@RA

O grupo SATA apresentou um resultado líquido negativo de 15,75 milhões de euros em 2013, com especial origem nas perdas da SATA Internacional, que foram de 12,87 milhões de euros, refere a companhia em comunicado.

Os números foram revelados nas Assembleias Gerais das diversas sociedades que integram o Grupo SATA, que decorreram esta quinta-feira e onde foram apresentados e aprovados por unanimidade os Relatórios e Contas relativos ao Exercício de 2013.

O comunicado refere que os resultados apresentados traduzem o desempenho do Grupo ao longo daquele exercício, o qual foi negativamente impactado por fatores de diversas origens e que pela sua própria natureza são irrepetíveis.

Neste contexto, o desempenho económico do Grupo foi fortemente afetado, entre outros, pela retração da atividade económica a nível nacional e internacional e o seu consequente impacto direto na procura de transporte aéreo; pelo aumento dos custos previstos com o pessoal, por força das decisões do Tribunal Constitucional; pelas perdas de contratos já celebrados, custos com irregularidades e quebra significativa de vendas, nomeadamente em períodos que correspondem a picos de operação, todas elas decorrentes da instabilidade laboral que afetou a empresa no primeiro semestre e pelas reparações em aviões que não se encontravam previstas, refere o grupo em comunicado.

O Grupo SATA teve uma receita em 2013 de 225,6 milhões de euros e custos de 241,3 milhões de euros.

Destes custos se expurgarem os efeitos excecionais verificados em 2013, o Grupo SATA teria tido custos de 233,6 milhões de euros, em linha com os desempenhos anteriores.

O grupo apresentou um resultado líquido negativo de 15,75M €, com especial origem nas perdas da empresa SATA Internacional, 12,87M €.

A Assembleia Geral manifestou ainda a sua confiança no futuro do Grupo e no desempenho da Administração entretanto nomeada, refere ainda o comunicado.

DL/Grupo SATA

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário