Governo dos Açores disponibiliza novos conteúdos educativos no portal SIARAM

SIARAM-ambiente-portal-governo-açores

O portal SIARAM – Sentir e Interpretar o Ambiente dos Açores, um banco online de conteúdos multimédia sobre ambiente e conservação da natureza que está disponível no endereço eletrónico http://siaram.azores.gov.pt, tem novos vídeos, áudios e fotografias que podem ser livre e gratuitamente utilizados para fins educativos e não comerciais. 

Este portal, gerido pela Secretaria Regional dos Recursos, através da Direção Regional do Ambiente, foi construído para fins educativos e promocionais e pretende ser uma ferramenta especialmente útil em contexto escolar, nomeadamente para a preparação de aulas pelos professores e apoio a trabalhos de alunos. 

O portal pretende ainda facultar informação rigorosa, mas acessível, a todos os interessados em conhecer mais sobre a biodiversidade e a geodiversidade dos Açores e sobre a relação Homem-Ambiente na utilização dos recursos naturais no arquipélago. 

Os conteúdos mais recentes são relativos a vários temas, como a Energia e os Recursos Hídricos, incluindo um artigo sobre a arquitetura da água na ilha Graciosa, da autoria do historiador Jorge Bruno, bem como novas imagens associadas aos antigos reservatórios, poços, tanques e pauis. 

Incluído no tema Vulcanismo, sobre a Gruta das Torres, na ilha do Pico, o maior tubo lávico dos Açores, está disponível um novo vídeo sobre o enquadramento histórico, geológico e de visitação, bem como uma coleção de imagens da flora bacteriana, que tem uma enorme exuberância naquele espaço. 

No Património Cultural, merece destaque o Parque Terra Nostra, no vale das Furnas, em São Miguel, um espaço com coleções botânicas únicas nos Açores e em Portugal, onde se podem observar grandes quantidades de líquenes e briófitos que crescem espontaneamente em todo o parque. 

Estão disponíveis também imagens e informações diversas sobre os aquedutos da ilha de São Miguel, que representam marcos na paisagem da ilha e referências importantes sobre a obra gigantesca que o homem construiu nos Açores para levar água às populações. 

Neste portal também se pode conhecer um pouco mais sobre a Levada do Faial, referenciada como uma das maiores obras de engenharia dos Açores, construída em 1964, tratando-se de um património cultural e paisagístico de grande valor que está a ser preservado pelo Parque Natural do Faial. 

No tema Zonas Costeiras dos Açores surge nova informação sobre o ilhéu de Baixo, na ilha Graciosa, e a costa do Varadouro, na ilha do Faial. 

O Ilhéu de Baixo está incluído no geossítio ‘Ponta do Carapacho, Ponta da Restinga e Ilhéu de Baixo’ e é um dos habitats da única espécie de ave marinha endémica dos Açores, o Paínho-de-Monteiro. 

Na costa do Varadouro, onde se podem observar manchas de floresta natural dos Açores associadas a habitats costeiros, destaca-se o Pau-Branco e uma grande quantidade do líquen ‘Ramalina azorica’, uma das 10 espécies endémicas da flora liquénica dos Açores. 

No espaço sobre as Fajãs dos Açores estão disponíveis novos conteúdos sobre as fajãs da ilha do Pico, nomeadamente as fajãs das Lajes, das Ribeiras e de São Mateus. 

O trabalho sobre o registo de memórias do Vulcão dos Capelinhos também é continuado com novos depoimentos em vídeo, constituindo assim um importante repositório de informação sobre esta erupção. 

No campo do vulcanismo é iniciada uma nova área sobre a diversidade de rochas dos Açores e a sua respetiva identificação, com a colaboração da Associação Geoparque Açores. 

Em Zonas Húmidas podem ser agora consultadas na ilha de São Miguel as lagoas Rasa, do Peixe, do Pau Pique, das Éguas Norte, das Éguas Sul, de Santiago e de Canas e, na ilha Terceira, a lagoa Negra e o Paul da Praia da Vitória. 

Esta atualização disponibiliza ainda conteúdos sobre vários centros ambientais, nomeadamente o Centro de Interpretação Ambiental da Caldeira Velha, em São Miguel, a Casa dos Dabney e o Aquário do Porto Pim, no Faial, o Observatório do Ambiente dos Açores, na Terceira, a Casa da Montanha, na ilha do Pico e o Banco de Sementes dos Açores, associado ao Jardim Botânico do Faial.

DL/GaCS

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário