CDS-PP lamenta falta de interesse para resolver problema das listas de espera cirúrgicas

 Artur-Lima-ALRA-debate-saude-jul14

O Presidente do Grupo Parlamentar do CDS-PP Açores, Artur Lima, lamentou, esta terça-feira ao final do dia, que “não tenha havido interesse (do Governo e do PS, do PCP e do PSD) para aprovar mais um instrumento de combate às vergonhosas listas de espera cirúrgicas do Serviço Regional de Saúde”, apesar de uma proposta concreta dos populares e dos apelos ao consenso para se “enfrentar um grave problema de saúde” (as listas de espera para cirurgia) “que aumentam de dia para dia”.

A proposta legislativa do CDS-PP pretendia estabelecer tempos máximos de resposta garantida para acesso a cirurgia programada no Serviço Regional de Saúde, “para aqueles doentes que foram atirados para a lista de espera cirúrgica regional”, frisou Artur Lima, especificando que “seja atribuído um Vale Saúde aos doentes da lista de espera cirúrgica regional quando tenha decorrido dois terços do tempo máximo de resposta garantido sem que o utente tenha sido submetido a cirurgia” no serviço público regional.

Ao pormenor, acrescentou o Líder Parlamentar democrata-cristão, “esta proposta foca-se naqueles doentes cuja espera por uma cirurgia já ultrapassou os prazos clinicamente aceitáveis e estão inscritos na lista de espera cirúrgica regional”, sendo que “para a contabilização daqueles tempos tomaram-se como referência os prazos determinados para o Serviço Nacional de Saúde e que bons resultados deram a nível nacional, pelo que, no nosso entendimento, devem ser implementadas nos Açores”.

Na sua intervenção de apresentação da iniciativa do CDS, Artur Lima lembrou que, “a montante, são várias as propostas que, nos últimos anos, o CDS-PP tem apresentado e que merecem o reconhecimento da sociedade, em particular dos doentes e dos profissionais de saúde” (como as bolsas para o Internato Médico para especialidades carenciadas; Promoção de novas saídas profissionais para Enfermeiros; COMPAMID; Vale Saúde; Enfermeiro de Família), algumas “com um impacto direto e muito positivo sobre as listas de espera no Serviço Regional de Saúde, com destaque para as Bolsas para o Internato Médico e o Vale Saúde”.

Artur Lima registou também que o Vale Saúde (aprovado em 2009 por proposta popular) “merece particular relevo porque tornou pública a lista de espera para cirurgia, contribuindo dessa forma para a consciencialização pública de um grave problema que afeta milhares de Açorianos”.

DL/CDS-PP

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário