Vox Cordis nas comemorações dos 500 anos de romarias

© D. R.

O movimento de romeiros de São Miguel vai celebrar os 500 anos das romarias quaresmais durante este ano pastoral e a primeira iniciativa terá lugar no dia 1 de outubro, com um programa que começa na câmara municipal de Ponta Delgada, com a conferência “Romeiros em São Miguel: a resistência de uma fé”, da professora da Universidade dos Açores, Susana Goulart Costa.

A sessão solene, no salão nobre dos Paços do Concelho, começará às 9h30, seguindo-se, às 11h20, a inauguração de exposição alusiva aos 500 anos romarias quaresmais de São Miguel, no centro histórico da cidade (lado norte da Matriz). O programa prossegue com uma eucaristia, na igreja Matriz de Ponta Delgada e à noite, no mesmo local, terá lugar o concerto pelo grupo Vox Cordis.

Entre os dias 21 e 23 de outubro, as comemorações ganham um novo evento, com a celebração do dia do romeiro, a 23 de outubro, em Vila Franca. É uma data particularmente importante, na qual os romeiros e as suas famílias participam num dia de convívio, marcado por momentos de reflexão espiritual, cultural e histórica.

Já em novembro, no dia, dia de cristo-rei, haverá um encontro formativo com o padre José Júlio Rocha, que integrará todos os ranchos. Além desta iniciativa, os romeiros já aprovaram as suas atividades para o ano que marcará o regresso das romarias quaresmais três anos depois da sua interrupção devido à crise pandémica.

Agendada está, igualmente, uma iniciativa de solidariedade já praticada há muitos anos, em colaboração com o serviço de hematologia do hospital do Divino Espírito Santo, nomeadamente a dádiva de sangue

O movimento irá ainda promover outras atividades comemorativas dos 500 anos até outubro, envolvendo todos os municípios, estando já previstos o festival musical pela paz e o festival de sopas, em junho e julho, respetivamente. Em agosto, haverá ainda um trilho pela paz. As comemorações terminam com uma sessão de encerramento em outubro.

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário