Velas entre os 100 melhores Municípios para se viver

Na avaliação às finanças das Autarquias, referente ao exercício económico de 2018, efetuada pela Ordem Oficial de Técnicos de Contas no Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses, as Velas ocupam a 22ª posição deste ranking sendo o terceiro melhor dos Açores e um dos 100 melhores Municípios do País para se viver.

O peso das receitas provenientes de impostos, taxas e licenças no total da receita cobrança pelos Municípios da R.A. dos Açores, as Velas ficam na 15ª posição, o que indica que está entre aqueles que menos impostos cobra, como é o caso da receita cobrada pelo IMI.

Entre os 308 Municípios Portugueses, as Velas ocupa a terceira posição nos que têm maior diferença positiva entre o Grau de execução da Receita Liquidada e o Grau de execução da Despesa Comprometida. Entre os que tem maior equilíbrio orçamental surge na 23ª posição, e ainda a segunda posição no ranking nacional dos 20 Municípios com melhor grau de cobertura de despesas.

Entre os 20 Municípios Portugueses com melhor Grau de execução da despesa relativamente aos compromissos assumidos as Velas ficam em quinto lugar.

Luís Silveira, presidente do Município, realça “o facto das Velas se terem posicionado entre os 100 Melhores Municípios, a nível nacional, para se viver, mas desses encontrar-se em 22º lugar, é um motivo de orgulho para todos”.

Os critérios de avaliação para o Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses foram estabelecidos com a colaboração de diversas entidades, como o Tribunal de Contas, Direção-Geral das Autarquias Locais, Associação Nacional dos Municípios Portugueses e Inspeção-Geral das Finanças.

DL/CMV

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário