Vasco Garcia diz que não se demite

protocolo-bombeiros-lagoa-Ponta-Delgada

O Presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ponta Delgada e Lagoa diz que não se demite do cargo. 

Recorde-se que, esta quinta-feira (dia 10), cerca de meia centena de soldados da paz, voluntários e assalariados, promoveram uma manifestação em que anunciaram que “apenas seriam efetuadas as missões de socorro em situações urgentes, admitindo mesmo que a assistência e o socorro às populações de Ponta Delgada e Lagoa poderia ser colocada em risco por falta de bombeiros. 

Acusam ainda o presidente da direção de abuso de poder e dizem existir um clima de medo no quartel. 

Vasco Garcia diz que não se demite do cargo, e refere que esta posição é tomada por uma minoria. 

Falando em conferência de imprensa, esta manhã de sexta-feira (dia 11), considerou que as afirmações sobre a sua pessoa são infundadas e falsas. 

Em relação ao procedimento abusivo relatado pela porta-voz dos bombeiros, refere que esta contrasta com a frequência com que os bombeiros recorrem ao presidente, por dificuldades várias. 

Vasco Garcia criticou ainda a suposta greve, até porque, segundo explicou, “uma greve tem regras, requer um pré-aviso, o que no caso não existiu”.

DL 

Categorias: Local

Deixe o seu comentário