Vasco Cordeiro destaca potencial da Estratégia Florestal dos Açores para o desenvolvimento da Região

Vasco-Cordeiro-audiencia-secretario-estado-florestas-francisco-gomes-silva

O Presidente do Governo destacou o potencial que a Estratégia Florestal dos Açores apresenta para o desenvolvimento da Região, através da valorização dos produtos e do aumento da competitividade do setor, no sentido de aproveitar este património florestal para promover a criação de riqueza e de emprego no arquipélago.

Vasco Cordeiro, falava aos jornalistas, após ter recebido, em Ponta Delgada, o Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Francisco Gomes da Silva. 

O Presidente do Governo adiantou que esta estratégia para as Florestas da Região será desenvolvida de forma articulada com a estratégia que o país segue nesta área específica. 

Neste âmbito, termina na próxima sexta-feira o período de consulta pública sobre a Estratégia Florestal dos Açores, a qual, posteriormente, integrará a Estratégia Nacional para a Floresta, que está em fase de atualização, disse.

“Este é um aspeto fundamental na forma como os Açores abordam o potencial desta área e o contributo que ela pode dar para o nosso desenvolvimento”, reafirmou Vasco Cordeiro, ao adiantar que os objetivos principais dessa Estratégia Florestal dos Açores passam pela certificação da gestão florestal, pela valorização dos produtos e pelo aumento da competitividade deste sector, no sentido de aproveitar este património da Região para promover a criação de riqueza e de emprego.

Após a audiência, Vasco Cordeiro anunciou, por outro lado, o lançamento, ainda este ano, do segundo concurso público para corte e reflorestação de mais cerca de 100 hectares de criptoméria, no âmbito do projeto estratégico de valorização do setor florestal para a criação de riqueza e de emprego nos Açores. 

O Presidente do Governo salientou que o seu Executivo está “profundamente empenhado” no sentido, não apenas de proteger o património florestal da Região, mas também de valorizá-lo e de transformá-lo num fator de criação de riqueza e de emprego.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário