UNILEITE aumenta em oito cêntimos preço do leite pago ao produtor

© D. R.

A UNILEITE vai aumentar o preço do leite pago aos seus produtores associados em oito cêntimos já a partir deste sábado, 1 de outubro. Esta é uma medida que o conselho de administração considera “imperiosa face à conjuntura difícil que os produtores atravessam na atualidade”.

Segundo Pedro Tavares, presidente do conselho de administração da UNILEITE, “esta subida, a maior realizada em São Miguel, vai contribuir significativamente para o equilíbrio das contas dos produtores que têm vindo a sofrer com o forte aumento do custo dos fatores de produção.”

Adiantou ainda que “este aumento significativo, mas necessário para os produtores, só é possível pela condição atual de estabilidade financeira da empresa.”

Pedro Tavares salientou que a trajetória de recuperação que a UNILEITE sofreu desde que tomaram posse “é fruto de um trabalho alicerçado numa gestão criteriosa, responsável e assertiva. Isto tudo, apesar dos vários fatores de instabilidade a quem temos vindo a ser sujeitos.”

“Ao longo dos três últimos anos temos vindo a trabalhar arduamente com os nossos parceiros institucionais e comerciais, no sentido de reverter a posição fragilizada em que o setor produtivo se encontra na cadeia de distribuição”, referiu.

“Definimos uma estratégia de mercado e apostamos no lançamento de novos produtos direcionados para nichos específicos com o objetivo de conquistar mais mercado e atender às novas necessidades dos clientes. Em simultâneo, temos vindo a desenvolver perante a distribuição uma ação mais comunicativa e sensibilizante para a necessidade de ajustar os preços praticados ao consumidor, por forma a tornar a distribuição de rendimentos mais justa e equitativa em toda a cadeia”, acrescentou Pedro Tavares.

O presidente do conselho de administração recordou que no espaço de um ano “verificaram-se várias subidas no preço de leite pago ao produtor”, salientando que “desde que a UNILEITE reuniu condições financeiras para ajustar o preço à produção e iniciar uma trajetória de valorização do leite ao produtor, estes aumentos representam em média um acréscimo na ordem dos 21 cêntimos, comparativamente com os preços praticados em setembro de 2021.”

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário