Log in

Luís Garcia desafia jovens a defender legado de Abril

Apelo foi lançado no âmbito das comemorações dos 50 anos da Revolução dos Cravos, numa iniciativa da Assembleia Legislativa açoriana

© ALRAA

O presidente da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores (ALRAA), Luís Garcia, desafia os jovens a defender os valores democráticos conquistados com o 25 de Abril de 1974, com base no conhecimento mais aprofundado da história do país e da região antes da Revolução dos Cravos.

“É essencial que os mais jovens percebam que Portugal e os Açores nem sempre foram assim”, evidenciou o presidente da Assembleia Legislativa num apelo lançado na sessão de abertura da tertúlia “Conversas de Abril” que decorreu na passada segunda-feira, na ilha do Faial.

A tertúlia teve lugar na Galeria dos Presidentes do Museu do Parlamento dos Açores, na cidade da Horta, e marcou o arranque do programa das comemorações do cinquentenário da Revolução dos Cravos organizado pela ALRAA em parceria com outras instituições governamentais e autárquicas.

O presidente do parlamento açoriano realçou, ainda, que “a democracia, a liberdade e também a autonomia, a que abril abriu as portas, não foram dádivas mas sim conquistas” que devem ser lembradas “em especial neste ano em que celebramos meio século de democracia em Portugal”.

A iniciativa contou com a participação do antigo presidente da Assembleia da República e do Governo regional, João Bosco Mota Amaral e do antigo político e académico, José António Martins Goulart, sob a moderação do antigo deputado à ALRAA, Jorge Costa Pereira.

A tertúlia integra o programa de atividades organizado pela ALRAA no âmbito das comemorações dos 50 anos do 25 de Abril que se estenderão até ao próximo ano.

Escolas do Pico, Terceira e São Miguel na sessão nacional do Parlamento dos Jovens

© ALRAA

A Escola Básica 2, 3/S Armando Cortês Rodrigues, a Escola Básica 1, 2, 3/JI Francisco Ornelas da Câmara a Escola Secundária Antero de Quental e a Escola Básica 2, 3/S Cardeal Costa Nunes foram eleitas esta segunda-feira, 18 de março, para representarem o Círculo dos Açores na sessão nacional do ensino básico do Parlamento dos Jovens. A eleição decorreu ontem, durante a sessão regional, que teve lugar na sala do Plenário da sede da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, na Horta.

Ao longo do dia, 59 alunos de vinte e nove escolas do ensino básico da região apresentaram e debateram os projetos que desenvolveram nas escolas, durante a primeira fase do programa, sobre o tema desta edição “Viver Abril na Educação: caminhos para uma escola plural e participativa.

O projeto base apresentado pelos alunos Pedro Dias e Matilde Sardinha, da Escola Secundária Domingos Rebelo, eleito ao final da manhã com 18 votos foi debatido, alterado e votado durante a tarde, em sede de comissão, dando lugar ao Projeto de Recomendação do Círculo dos Açores, que será apresentado nos dias 6 e 7 de maio na sessão nacional, que terá lugar na Assembleia da República.

Na sessão foi também eleito o porta-voz do grupo que representará a região, tendo a missão sido confiada à aluna Luzia Fernandes, da EB 2, 3/S Armando Cortês Rodrigues.

Antes do arranque dos trabalhos, os jovens estudantes foram recebidos pelo presidente da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, Luís Garcia, que na cerimónia de abertura da sessão sublinhou a importância da revolução do 25 de Abril de 1974 na vida de todos os portugueses.

Na ocasião, o presidente do parlamento açoriano apelou aos jovens para que cuidem e fortaleçam as conquistas de Abril da democracia, da liberdade, da igualdade e da Autonomia como se de uma flor se tratasse alertando-os para os perigos de um retrocesso.

Após a cerimónia de boas-vindas do presidente Luís Garcia, os jovens deputados tiveram a oportunidade de colocar as suas questões aos convidados para esta sessão, nomeadamente ao deputado à Assembleia da República, Paulo Moniz, à secretária regional da Educação, Cultura e Desporto, Sofia Ribeiro, e ao deputado da Assembleia Legislativa, Luís Raposo, do PSD.

O Parlamento dos Jovens é uma iniciativa da Assembleia da República, em parceria com a Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores e o Governo regional dos Açores, que tem por objetivo incentivar o gosto dos jovens pela participação cívica e política, dando a conhecer a função, missão e regras de um parlamento, e promovendo o respeito pela diversidade de opiniões através do debate democrático.