Log in

Suspeito de roubo em Ponta Delgada fica em prisão preventiva

© DL
pub

A PSP de Ponta Delgada deteve um homem e uma mulher, com 41 e 33 anos, respetivamente, indiciados da prática dos crimes de roubo e furto qualificado.

No âmbito de um inquérito a cargo da brigada de serviço permanente da PSP foram desenvolvidas várias diligências investigatórias na sequência de violentas agressões sofridas por um homem, durante a madrugada, em pleno centro histórico de Ponta Delgada.

De acordo com as provas recolhidas pelos investigadores, o casal suspeito, após se aperceber que a vítima se encontrava na via pública a utilizar o respetivo telemóvel, rapidamente acercaram o ofendido, tendo recorrido a armas brancas para cometerem o assalto.

No decurso das diligências policiais efetuadas foi possível perceber que, através da utilização de duas facas e uma tesoura, os arguidos viriam a causar ferimentos na cabeça e numa das mãos do ofendido, tendo ambos se apoderado de vários objetos que se encontravam na posse da vítima.

Foi ainda possível apurar que os arguidos terão sido, igualmente, responsáveis pela prática de outro crime de roubo ocorrido dias antes na cidade de Ponta Delgada, tendo nesta ocasião concretizado, em conjunto, várias agressões físicas sobre uma outra vítima, o que lhes permitiu apoderarem-se de um telemóvel, uma carteira e outros objetos pertencentes ao ofendido.

Ainda contra o arguido foram, igualmente, recolhidos fortes indícios que o apontam como o principal suspeito de um assalto a uma residência, durante a madrugada, em pleno centro de Ponta Delgada, mais concretamente na freguesia de São Pedro, tendo o suspeito se apoderado de vários objetos que se encontravam no interior da habitação.

Face ao perigo de continuidade da atividade criminosa por parte de ambos os arguidos, as diligências investigatórias urgentes efetuadas culminaram na detenção, fora de flagrante delito, dos suspeitos por ordem de autoridade policial.

Após terem sido presentes a interrogatório, a um dos arguidos foi aplicada a medida de coação de apresentações periódicas perante as autoridades, enquanto o principal mentor dos crimes aguardará os ulteriores termos do processo em prisão preventiva.

Os leitores são a força do nosso jornal

Subscreva, apoie o Diário da Lagoa. Ao valorizar o nosso trabalho está a ajudar-nos a marcar a diferença, através do jornalismo de proximidade. Assim levamos até si as notícias que contam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

CAPTCHA ImageAlterar Imagem