SATA pede 163 milhões de euros ao Estado

Foto: DR

O valor é avançado, esta terça-feira, 7 de julho, em comunicado, pela transportadora aérea açoriana. De acordo com o Grupo SATA, os 163 milhões de euros que constam do pedido de auxílio ao Estado vão permitir responder às necessidades de liquidez da empresa até ao final do ano. 

O montante, segundo a companhia aérea, permite obter financiamento bancário. A queda abrupta na procura dos voos, devido à pandemia, agravou ainda mais o défice da empresa, que em 2019 era de 53 milhões de euros. 

O valor pedido agora ao Estado vai permitir o pagamento de dívida vencida a fornecedores bem como a amortização das linhas de financiamento bancário que já tinham sido contratadas e que já se encontram em situação de pós-moratória.   

De acordo com a Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA), a perda de receitas das companhias aéreas europeias poderá chegar aos 89 mil milhões de dólares este ano, podendo a procura cair 55% em relação
aos níveis de 2019, colocando 6,7 milhões de empregos em risco.

Relativamente a Portugal, a IATA estima que em 2020, o sector da aviação deverá sofrer uma perda de três mil milhões de dólares. De acordo com
a organização, deverão realizar-se menos 21,3 milhões de viagens, com um impacto potencial de diminuição de 141 mil postos de trabalho.

DL

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário