Santa Clara diz promover impacto mediático de 5,6 ME para os Açores

© MM

 O Santa Clara, da I Liga de futebol, disse promover um impacto mediático de 5,6 milhões de euros (ME) para os Açores, a propósito de uma reunião entre a direção do clube e o Governo regional.

Num documento intitulado “Estudo – Impacto Económico”, a equipa açoriana cita um estudo realizado pela marca Açores (uma distinção criada pelo executivo açoriano), que revela que o Santa Clara promoveu um impacto mediático de 5,6 ME para a região.

Desse valor total, 426,5 mil euros são referentes à exposição nas redes sociais e 474,6 mil euros são consequência das notícias na imprensa digital.

A estes números, acrescem 6,4 mil euros devido às transmissões radiofónicas e 4,6 ME com origem em notícias com transmissão televisiva.

O documento, a que a agência Lusa teve acesso, foi entregue pelo presidente do Santa Clara, Rui Cordeiro, ao líder do Governo dos Açores, o social-democrata José Manuel Bolieiro, numa audiência realizada na quarta-feira no Palácio de Sant’Ana, sede da presidência do executivo regional, em Ponta Delgada.

O clube açoriano refere que esta época já pagou 929,5 mil euros de impostos diretos (IRS e Segurança Social) e mais de um milhão de euros em IVA.

“O Santa Clara é, muito provavelmente, uma das empresas/associações que mais contribui para o PIB regional e esta influência tem vindo a aumentar, progressivamente, com a estabilização do projeto desportivo do clube”, lê-se no documento.

A formação açoriana destaca ainda que “emprega mais de uma centena de pessoas” e que apoia várias instituições sociais da região.

“Reconhecemos o peso social que nos é conferido na sociedade civil, tentando empreender esforços para ser parte integrante no nosso meio. Não somos alheios às dificuldades do povo que com orgulho representamos. Não somos apenas pontapés na bola”, defendem os açorianos.

Em nota de imprensa divulgada após a reunião, o Governo dos Açores enalteceu o ”projeto desportivo do clube” e o seu trajeto na I Liga de futebol.

“No encontro, debateram-se desafios da sociedade desportiva para o futuro, e José Manuel Bolieiro sublinhou o apreço do executivo pela prestação desportiva do clube”, assinalou o governo açoriano.

Fundando em 1921, o Santa Clara cumpre este ano o centésimo aniversário, estando pela terceira época consecutiva na I Liga, um feito inédito na história do clube.

Lusa/ DL

Categorias: Desporto

Deixe o seu comentário