Rui Luís sublinha relevância dos meios de socorro existentes nos Açores em caso de catástrofe natural

O Secretário Regional da Saúde afirmou, na Ribeira Quente, em São Miguel, que existe um conjunto de meios preparados e em prontidão para colaborar com a população dos Açores em caso de catástrofe.

Rui Luís falava aos jornalistas à margem do exercício Açor18, coordenado pelo Comando Operacional dos Açores, exercício que tem por objetivo o treino operacional conjunto dos comandos, forças e meios sedeados no arquipélago em resposta a uma situação de crise sísmica.

O Açor18 que envolve, para além dos três ramos das Forças Armadas, o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA), testa a cooperação e articulação entre os agentes envolvidos.

Rui Luís salientou que a escolha da Ribeira Quente para este exercício, pelo Comando Operacional dos Açores, foi importante para testar o simulacro de uma população isolada, que contou, neste caso, com o apoio de um Ponto de Recolha de Irradiação de Desalojados.

No exercício foram empenhados cerca de uma centena de efetivos, um helicóptero EH101 e um avião C295 da Força Aérea Portuguesa, bem como uma corveta da Marinha.

O Açor18, é o segundo treino em cenário de crise sísmica que se realiza na Região no espaço de uma semana, tendo Rui Luís destacado a eficiência da rede de telecomunicações do SRPCBA e do papel dos radioamadores neste tipo de exercícios.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário