Resgatados três cães e constituído arguido por maus-tratos de animais no Pico

© D.R.

Foram resgatados três cães e constituído arguido um homem de 35 anos por maus-tratos a animais de companhia, nas Lajes do Pico, no passado dia 14 de julho, anunciou hoje o Comando Territorial dos Açores da uarda Nacional Republicana (GNR).

De acordo com comunicado da Guarda Nacional, os três cães estavam no terreno de uma moradia, com indícios de sofrerem de maus-tratos. Não estavam a ser corretamente alimentados e hidratados, não possuíam abrigo com as mínimas condições e o local não tinha condições higiossanitárias, podendo constituir um risco para a saúde pública. Os canídeos também não estavam identificados eletronicamente com chip, não possuíam vacinação antirrábica obrigatória, nem estavam registados na junta de freguesia.

A Guarda avança que os animais foram encaminhados para o Centro de Recolha Oficial de Animais do município das Lajes do Pico, onde estão a ser alimentados, hidratados, desparasitados, vacinados e sujeitos a um período de quarentena.

O homem de 35 anos, detentor e proprietário dos canídeos, foi constituído arguido, e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de São Roque do Pico.

A GNR destaca que tem como preocupação diária salvaguarda e proteção dos animais, apelando à denúncia de eventuais situações de maus-tratos ou abandono, através da Linha SOS Ambiente e Território (808 200 520).

DL

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário