PSP deteve 4 indivíduos por tráfico de estupefacientes

A Divisão Policial de Ponta Delgada, através de polícias da Esquadra de Investigação Criminal, esta quinta-feira, dia 26 de julho, desencadeou uma operação policial em Ponta Delgada, mais concretamente no Bairro do Lajedo, da qual veio a resultar a detenção de quatro cidadãos em flagrante delito, 3 do género masculino e 1 do género feminino, com idades compreendidas entre os 32 e os 43 anos, por suspeitas da prática do crime de tráfico de estupefacientes.

Tendo por base uma investigação levada a cabo por uma Brigada da Esquadra de Investigação Criminal da PSP de Ponta Delgada, foi montada uma operação policial que contemplou o cumprimento de um mandado de busca domiciliária e que permitiu a apreensão de uma quantidade significativa de produto estupefaciente, designadamente haxixe, a qual daria para a preparação de aproximadamente 400 doses individuais da referida substância.

No decurso da busca foram, ainda, apreendidas 75 doses individuais de heroína, bem como diversos equipamentos eletrónicos e quantias monetárias relacionadas com a atividade criminosa praticada pelos arguidos.

Os vários artigos apreendidos no decurso da busca permitiram, ainda, a recolha de prova e indícios relacionados com outras investigações efetuadas, nos últimos meses, por esta força de segurança.

A operação policial realizada pela Esquadra de Investigação Criminal de Ponta Delgada teve por objetivo o desmantelamento de uma rede de tráfico de droga, de cariz familiar, a qual, desde há vários meses a esta parte, operava numa das zonas urbanas sensíveis da cidade, sendo diretamente responsável por abastecer inúmeros cidadãos, toxicodependentes, que ali se deslocavam com o único propósito de adquirir os referidos produtos estupefacientes.

Os 4 cidadãos detidos serão presentes a 1.º interrogatório judicial no Tribunal de Ponta Delgada para aplicação das correspondentes medidas de coação.

Revela uma nota da PSP que a concretização desta operação policial tratou-se de mais uma ação inserida na linha estratégica delineada pelo Comando Regional da PSP dos Açores em ordem a combater um dos flagelos criminais que mais tem contribuído para degradar o sentimento de segurança na comunidade micaelense e, desta forma, incrementar os níveis securitários e de saúde pública em toda a ilha de São Miguel.

DL/PSP

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário