Programa de Saúde Escolar vai ser alargado aos Centros de Desenvolvimento e Inclusão Juvenil dos Açores

A Diretora Regional de Prevenção e Combate às Dependências anunciou  a extensão das equipas de saúde escolar aos Centros de Desenvolvimento e Inclusão Juvenil dos Açores.

Nas escolas, meio de excelência para a intervenção, a promoção de estilos de vida saudável e a prevenção de comportamentos de risco está a cargo das equipas de saúde escolar, onde todos os anos é aplicado o Sistema de Vigilância de Comportamentos de Risco em Jovens.

O questionário, dirigido a alunos do 6.º ao 12.º ano, monitoriza seis categorias de comportamentos de risco relacionados com a saúde nos jovens, entre os quais comportamentos que contribuem para a violência, o uso de tabaco, do álcool e de outras drogas, bem como comportamentos alimentares não saudáveis.

Falando no I Encontro Regional de Prevenção – Açores, Suzete Frias realçou a importância dos resultados deste inquérito para a elaboração de um Manual de Saúde Escolar com um Plano de Atividades por Unidade Orgânica, que tem em conta áreas prioritárias e necessidades diagnosticadas pelo sistema de vigilância escolar.

A Diretora Regional salientou que há uma aposta clara do Governo dos Açores no domínio das políticas de prevenção dos comportamentos aditivos, na medida em que estas problemáticas contêm em si riscos e custos aos quais é importante fazer face pelas consequências e impacto que têm na vida da pessoa, das famílias e da sociedade.

Na sua intervenção, Suzete Frias destacou, neste âmbito, os eixos de ação em curso, sustentados na prevenção, dissuasão, redução de riscos e minimização de danos, tratamento e reinserção.

DL/Gacs

Categorias: Regional, Saúde

Deixe o seu comentário