Presidente da Assembleia dos Açores pede conjugação de esforços para combater pobreza

© ALRA

O presidente da Assembleia Legislativa dos Açores (ALRA) apelou a uma “conjugação de esforços” no combate à pobreza na região, considerado “o verdadeiro calcanhar de Aquiles” do desenvolvimento do arquipélago, foi esta quinta-feira, 28 de outubro, divulgado.

Em comunicado, o gabinete da presidência da ALRA esclarece que Luís Garcia deixou o pedido na ilha do Pico, na abertura da Conferência “45 Anos de Autonomia – O desafio do Combate à Pobreza”, realizada na quarta-feira.

Luís Garcia defendeu uma “conjugação de esforços em toda a linha da sociedade” para combater a pobreza na região, através de “uma ação coordenada e articulada de todos os agentes e promotores do desenvolvimento”.

Só assim, disse, será possível encontrar “soluções adequadas e políticas adaptadas, com vista à resolução e mitigação do flagelo.

O responsável “apontou ainda a educação e a requalificação como bases fundamentais para um desenvolvimento económico criador de riqueza e de emprego sustentável, capaz de os acolher e de lhes dar as respostas adequadas, aproveitando de forma mais eficaz os fundos comunitários”, refere o comunicado.

“A Autonomia dos Açores tem de saber encontrar respostas capazes de reconverter todo este capital humano, tão necessário a tantas atividades, em que todos reclamam falta de mão-de-obra”, afirmou.

Para o presidente da ALRA, “o sucesso deste combate depende de todos – poderes regionais, poder local, empresários, instituições sociais e cidadãos”.

Além da intervenção do Presidente da Assembleia, a conferência contou ainda com “dois oradores especialistas na área da pobreza e políticas sociais”, nomeadamente Fernando Diogo, investigador da Universidade dos Açores na área das políticas sociais e dinâmicas regionais, que fez uma comunicação sobre “A pobreza como desafio ao desenvolvimento dos Açores”.

Fernanda Rodrigues, docente da Universidade do Porto, apresentou a comunicação “Combater a pobreza: campos e instrumentos de ação”.

O comunicado observa que Fernanda Rodrigues “foi a primeira oradora de fora da região a ser convidada para este Ciclo de Conferências, em face da sua experiência nesta matéria, tendo a dupla experiência de ter sido Consultora da UNICEF e da Comissão Europeia para programas sociais”.

Lusa/ DL

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário