Pedro Nascimento Cabral defende estudo do “verdadeiro pai da história dos Açores”

© CM PONTA DELGADA

O presidente da câmara de Ponta Delgada, Pedro Nascimento Cabral, enalteceu o legado do primeiro historiador açoriano, Gaspar Fructuoso, “o verdadeiro pai da história dos Açores”, e defendeu o seu estudo.

O autarca, que falava na universidade dos Açores, na cerimónia de abertura do congresso comemorativo dos 500 anos do nascimento de Gaspar Fructuoso, considerou ser “imprescindível” a sua leitura com vista ao conhecimento da “origem da maneira de ser e de estar que marca uma identidade única que foi moldada ao longo dos séculos.”

O presidente salientou que “é dever institucional dar a conhecer quem foi o homem, o humanista e o primeiro cronista da história dos Açores”, nascido em Ponta Delgada, “mas um homem do novo mundo, um humanista, um homem de cultura, um homem da nova era renascentista, percursor de muitos os que a seguir a ele vieram.”

Na sua intervenção, Pedro Nascimento Cabral lembrou ainda o amor de Gaspar Fructuoso à sua terra e à natureza e o facto de também ter dedicado a sua obra aos arquipélagos de Cabo Verde, Canárias e Madeira.

“A obra de Gaspar Fructuoso não é apenas uma obra histórica, é uma obra de amor aos Açores que harmoniza factos e literatura, numa visão filosófica de uma nova relação do homem com a natureza e das formas de interação social fruto dos acontecimentos que mudaram a página do conhecimento do mundo”, concluiu.

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário