Ordem pede fim do Estagiar L para enfermeiros dos Açores

FOTO DR

A secção regional da Ordem dos Enfermeiros dos Açores enviou uma carta aberta ao Presidente do Governo regional.

No documento enviado a Vasco Cordeiro, o Presidente do Conselho Diretivo, Pedro Soares, diz que o programa Estagiar L tem sido usado de forma contínua e “abusiva” ferindo de “forma grosseira a dignidade e o prestígio da profissão de enfermeiro”. A Ordem pede “a exclusão dos enfermeiros do âmbito de aplicação do Programa Estagiar L efetivando as contratações” anunciadas pelo Governo dos Açores em julho passado.

Na carta aberta, os enfermeiros dizem que “o que assistimos neste momento são instituições particulares e públicas a aderirem massivamente ao programa Estagiar para ter enfermeiros, isto é inaceitável, falamos de dignidade e respeito por uma profissão que são totalmente colocados em causa”.

Atualmente, refere o documento, um enfermeiros em início de carreira recebe €1.205,08 enquanto o Estagiar L paga €720,00, ilíquidos pelas mesmas funções. 

A classe alerta ainda para a necessidade da regularização efetiva dos reposicionamentos remuneratórios destes profissionais, “não podemos
ser os heróis de ontem e esquecidos hoje. Como sempre dissemos, não queremos palmas, nunca quisemos, queremos sim respeito”, afirma Pedro Soares.

DL

Categorias: Saúde

Deixe o seu comentário