Orçamento Participativo dos Açores com 30 projetos vencedores

© MIGUEL MACHADO

Decorreu na tarde de quinta-feira, 17 de fevereiro, de forma virtual, a cerimónia de divulgação dos projetos vencedores da quarta edição do Orçamento Participativo dos Açores (OP Açores).

Na ocasião, o presidente do Governo regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, congratulou todos os açorianos, além dos promotores das propostas vencedoras, que apresentaram ideias e os mais de doze mil que, com 13 mil votos, escolheram os 30 projetos que vão ser executados pelo Governo regional nas áreas da Juventude (oito), Cultura (seis), Ciência (cinco), Inclusão Social (quatro), Ambiente (três), Turismo (dois), Agricultura (um) e Mar e Pescas (um).

Por ilha, e em consequência do reforço de verba decidido pelo Governo regional, serão executadas uma proposta em Santa Maria, seis em São Miguel, cinco na Terceira, duas na Graciosa, duas em São Jorge, duas no Pico, uma no Faial, quatro nas Flores, quatro no Corvo, num investimento global de cerca de 1,2 milhões de euros.

A proposta mais votada em Santa Maria é “Construção de Caminho Pedonal na Avenida de São Miguel”, apresentada por Ezequiel Araújo, com uma dotação de 41.600,00 euros.

Em São Miguel, as ideias vencedoras são “Restauro dos Pianos Steinway do Conservatório Regional de Ponta Delgada”, de Maria Isabel Sousa, com uma dotação de 90.000,00 euros, “Preparar o Auditório/Escola para o futuro”, de Érica Macedo, com 66.600,00 euros, “enSOMBRARTE”, de Maria da Graça Ponte, com uma dotação de 19.500,00 euros, “Ambiente Educativo Inovador – FCL”, de Nuno Gaudêncio, com uma dotação de 65.000,00 euros, “Museu em Movimento”, de Pedro de Melo, com uma dotação de 50.000,00 euros, “Rede de Ciclovias de Ponta Delgada”, de Tiago Teixeira, com uma dotação de 159.840,00 euros.

Na Terceira, a proposta “Uma escola com passado, uma sala de aula para o futuro”, apresentada por Nuno Azevedo, está orçada em 65.000,00 euros, “Requalificação das margens da Ribeira do Testo”, de Guilherme Melo, está orçada em 30.000,00 euros, “Compartilhar, porque cuidar é amar”, Ana Fernanda Homem, está orçada em 10.000,00 euros, “Sinalização Turístico-Cultural na Vila das Lajes”, de João Pedro Costa, está orçada em 70.000,00 euros, e a proposta “Convidamos-te a sentar…”, de Maria Francisca Dinis, está orçada em 35.600,00 euros.

Na ilha Graciosa venceram as propostas “Graciosa 4 U”, de Mónica Sousa, com uma dotação de 38.400,00 euros e “GraceSports”, de Simão Melo, orçada em 9.600,00 euros.

As ideias mais votadas em São Jorge são “School Fitness”, de Pedro Pires, com uma dotação de 15.400,00 euros e “Livros Andantes – Do Topo a Rosais”, de Rui Moreira e Francisca Leonardes, com uma dotação de 61.600,00 euros.

No Pico venceram as propostas “Calm Space”, de Tiago Melo, com uma dotação de 21.000,00 euros, e “Bicicletas Elétricas Públicas Inteligentes na ilha do Pico”, de Ivo Sousa, com uma dotação de 84.000,00 euros.

“Parque da Floresta”, de Lídia Silva, orçada em 64.000,00 euros é a proposta vencedora no Faial.        

Nas Flores, são vencedoras as ideias “Residência Artística”, de Sónia Ribeiro, com a verba de 30.500,00 euros, “Florentinos reagentes: Remodelação e modernização dos laboratórios do ensino de Biologia e Geologia”, de Marlene Costa e Jânia Vieira, com a verba de 6.000,00 euros, “Flores 3D”, de Jéssica Amaral, com a verba de 22.000,00 euros, e “Põe-te em movimento”, de André Martins, com 11.200,00 euros.

No Corvo, vão ser implementadas as propostas “Corvo acessível”, de Patrícia Castanheira, com 9.000,00 euros, “Palmilhando o Corvo”, de Raquel Valadão, com 4.000,00 euros, “TEC – CORVO”, de Tânia Coelho, com 16.000,00 euros e “Corvo em movimento”, de Catarina Emílio e Leonardo Costa, com 6.200,00 euros.

Para além das 27 propostas vencedoras de âmbito ilha, foram eleitas três propostas de âmbito regional. São elas: “Safety First”, de Adriana Benevides, dotada com 20.000,00 euros, “Brincar é para todos”, de Luciana Silva, com uma dotação de 240.000,00 euros, e ´Concurso “Lixo Zero no Mar dos Açores – Recolha de Lixo Marinho pela Frota Comercial de Pesca”, de Pedro Magalhães, orçada em 11.280,00 euros, todas elas a executar nas nove ilhas açorianas e com um investimento total de mais de 270.000,00 euros.

DL

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário