Orçamento Participativo dos Açores 2022 com nova temática dedicada à Educação

© SRFPAP

O secretário regional das Finanças, Planeamento e Administração Pública, Joaquim Bastos e Silva, anunciou ontem, 16 de março, na ilha do Pico, no arranque da quinta edição do Orçamento Participativo dos Açores, o OP Açores 2022, destacando que a edição deste ano tem mais uma área temática para apresentação de ideias de investimento público pelos cidadãos, a Educação.

O OP Açores 2022 vai abarcar nove áreas temáticas: a Agricultura, o Ambiente, a Ciência, a Cultura, a Educação, a Inclusão Social, a Juventude, o Mar e Pescas e o Turismo.

Na ocasião o governante revelou que, “a iniciativa dispõe de um milhão e duzentos mil euros”, possibilitando aos cidadãos residentes nos Açores, nacionais ou estrangeiros, de apresentarem e/ou votarem em ideias para cada uma das ilhas, poderem também apresentar e votar propostas de âmbito regional, tendo por isso direito a dois votos.

Outra novidade revelada por Joaquim Bastos e Silva “é a participação plena dos jovens entre os 14 e os 17 anos”, realçando que os jovens “passam a poder apresentar ideias de investimento público a todas as áreas temáticas, correspondendo à vontade por estes expressa”.

Nesse sentido “vão decorrer em todas as ilhas açorianas e de forma presencial, 28 encontros participativos dedicados à juventude açoriana”, divulgou o secretário regional.

Os encontros participativos online, num total de 10, estão organizados por áreas temáticas, estando abertos à participação de todos.

Ontem decorreu o primeiro encontro, dedicado às áreas temáticas da Agriculta e do Ambiente, contando com a presença de trabalhadores dos departamentos do Governo Regional para apresentação da iniciativa, esclarecimento de dúvidas e apoio na formulação e estruturação das ideias dos cidadãos.

O Orçamento Participativo dos Açores contribui “para uma autonomia de responsabilização, onde quer através da apresentação das ideias, quer através da escolha, pelo voto, se alicerça também uma Autonomia de concretização”, concretizou Joaquim Bastos e Silva.

DL

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário