Log in

Nordeste com oferta habitacional reforçada

© MIGUEL MACHADO/GRA
pub

A freguesia da Achadinha, concelho do Nordeste, vai receber um investimento de 2,5 milhões de euros para a empreitada de construção de quinze habitações – tipologias T2 e T3 – que serão colocadas no mercado em regime de arrendamento com opção de compra.

O presidente do governo regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, visitou a freguesia e o local onde serão construídas as habitações, acompanhado pelo presidente da autarquia local, António Miguel Soares.

“Vivemos um tempo de expetativa que nunca se concretizou. De escuridão nos últimos quinze anos sobre este loteamento. Agora teremos concretização. O município do sol nascente fica mais iluminado”, realçou José Manuel Bolieiro.

O presidente do governo realçou que uma maior oferta habitacional, seja nos concelhos mais urbanos ou nos mais rurais, ajuda a fixar populações e a combater o despovoamento.

José Manuel Bolieiro reconheceu que a ilha de São Miguel tem uma “pressão” demográfica e de necessidades habitacionais “que não compara com outras ilhas”, embora haja desafios a superar por toda a região.

Considerou ainda que os fundos comunitários, nomeadamente do plano de recuperação e resiliência, como centrais para esta estratégia, sustentando ser fundamental uma “articulação” com o poder local, que “tem uma fatia significativa” de verbas alocadas para a habitação.

“Este governo não pretende interferir na lógica do mercado e dos impulsos privados, está antes a ser regulador da suficiência e satisfação de necessidades prementes de habitação com base no recurso financeiro que a Europa garantiu aos seus estados-membros”, prosseguiu.

Os leitores são a força do nosso jornal

Subscreva, participe e apoie o Diário da Lagoa. Ao valorizar o nosso trabalho está a ajudar-nos a marcar a diferença, através do jornalismo de proximidade. Assim levamos até si as notícias que contam.