Munícipes de Ponta Delgada aconselhados a não se dirigirem ao Campo de S. Francisco

Foto: CMPD

As festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres, que começariam sexta-feira, 15 de maio,  em Ponta Delgada, não se irão realizar na data prevista pela primeira vez em 320 anos, devido à pandemia da Covid-19, mas serão lembradas com momentos pensados para a comunicação social e através das redes sociais.

O Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, Humberto Melo, reuniu esta terça-feira, 12 de maio, com o reitor do Santuário, o cónego Adriano Borges.

No final do encontro, o autarca lembrou que será, como sempre, respeitada a observância do Feriado Municipal e apelou a que os munícipes não se dirijam ao Campo de São Francisco e que acompanhem a “festa” através da comunicação social e das redes sociais.

“Com serenidade e sentido de responsabilidade individual e coletiva, pela primeira vez, desde 1700, vamos viver esta festa na nossa própria casa. Por mais penoso que seja, ninguém deve dirigir-se para o Campo de São Francisco, contribuindo, assim, decisivamente, para a salvaguarda da nossa saúde e da saúde pública”, sustentou.

Recorde-se que desde 1953, Ponta Delgada associa, com orgulho, o seu feriado municipal à segunda-feira do Senhor Santo Cristo dos Milagres. “Também este ano, como sempre, vamos respeitar a observância do feriado, mas não procederemos à sua comemoração presencial, dando bom exemplo do devido cumprimento das recomendações sanitárias”, avançou o Presidente.

O primeiro momento festivo é já quinta-feira dia em que que a capa que foi preparada para sair este ano será apresentada na mesma , tal como a corda que a imagem sustem nos braços e que foi restaurada por se encontrar muito danificada.

No domingo, dia 17, altura em que a imagem sairia para a procissão solene e para a missa campal no Campo de São Francisco, será celebrada uma missa que terá transmissão pela RTP Açores, Canal 1 da RTP e RTP Internacional a partir das 9h30, hora dos Açores.

Além disso, a imagem poderá ser seguida diariamente em senhorsantocristo.com.

Segundo os dados históricos disponíveis, a primeira procissão em honra do Santo Cristo dos Milagres teve lugar em Ponta Delgada, em 11 de abril de 1700, ano em que a ilha de São Miguel foi abalada por fortes sismos.

Nessa altura, as forças vivas da sociedade mobilizaram-se e dirigiram-se ao Mosteiro da Esperança para levarem, em procissão, a imagem do Senhor Santo Cristo dos Milagres.

A imagem do Santo Cristo só sai da Igreja para acompanhar a procissão nas festas, mas saiu excecionalmente, em maio de 1991, para o Campo de São Francisco durante a visita do papa São João Paulo II aos Açores.

DL/CMPD

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário