Luiz Fagundes Duarte considera “muito importante” a presença dos Açores na Feira do Livro de Lisboa

Feira-Livro-Bilioteca-Convento-Franciscanos-Lagoa

O Secretário Regional da Educação, Ciência e Cultura afirmou que a presença dos Açores na Feira do Livro de Lisboa é “muito importante”, salientando que essa importância resulta da “qualidade e dimensão” do evento, onde os  Açores têm este ano a maior área de exposição de sempre. 

Luiz Fagundes Duarte, que visitou o pavilhão dos Açores na Feira do Livro de Lisboa, patente no Parque Eduardo VII, frisou que a presença açoriana neste certame enquadra-se “na política do Governo para a  cultura”, promovendo, por um lado, a “divulgação” dos autores açorianos e, por outro, dando uma oportunidade aos editores açorianos para “serem conhecidos no contexto nacional e entrarem nas redes de divulgação e de distribuição nacionais”. 

O Secretário Regional recordou o recente anúncio do vencedor do Prémio de Humanidades Daniel de Sá, salientando que o Governo dos Açores dispõe de um conjunto de medidas regulamentadas que “visam não só incentivar a criatividade, mas também promover a edição de livros”. 

Neste sentido, a Secretaria Regional da Educação, Ciência e Cultura vai colocar proximamente a concurso junto dos editores açorianos a publicação da obra ‘Mau Tempo e Má Sorte – Contos pouco exemplares’, vencedora daquele prémio, da autoria de Maria Leonor Sampaio da Silva. 

Luiz Fagundes Duarte revelou ainda que, “em breve”, será criada a possibilidade de venda online dos produtos culturais editados pela Direção Regional da Cultura, o que permitirá, nomeadamente, a aquisição desses bens pelas comunidades açorianas na diáspora. 

Com esta estratégia, o Governo dos Açores procura ter “uma atuação sistémica, que olha para a atividade cultural como um todo, com diversas valências, a produção, a divulgação e o consumo de produtos culturais”, frisou. 

Relativamente à participação dos Açores na Feira do Livro de Lisboa, certame que decorre até 15 de junho, Luiz Fagundes Duarte manifestou a convicção de que “terá um bom resultado”. 

No Pavilhão dos Açores, além da Direção Regional da Cultura, estão presentes a Associação Regional de Turismo (ART), Associação Amigos dos Açores, Blu Edições, municípios da Ribeira Grande e de Santa Cruz da Graciosa, Companhia das Ilhas, Instituto Açoriano de Cultura, Instituto Cultural de Ponta Delgada, Instituto Histórico da Ilha Terceira, Núcleo Cultural da Horta, Os Montanheiros, Publiçor, Turiscom – Turismo e Comércio, Lda., Universidade dos Açores, Ver Açor Lda., Yolanda Corsépius, Azorina, S.A. e Vento Encanado Produções Lda.

DL/GaCS

Categorias: Cultura

Deixe o seu comentário