Luís Neto Viveiros afirma que acreditação da CVRAçores valoriza a produção de vinha e de vinho

 Neto-Viveiros-vinhos-açores

O Secretário Regional dos Recursos Naturais afirmou  que a acreditação da Comissão Vitivinícola Regional (CVR) dos Açores como ‘Organismo de Certificação de Produtos’ contribui “para a valorização da produção de vinha e de vinho” na Região. 

Para Luís Neto Viveiros, esta primeira acreditação conferida pelo Instituto Português de Acreditação (IPAC) a uma organização de certificação de produtos nos Açores representa também “o reconhecimento da qualidade do importante trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pela Comissão Vitivinícola Regional”. 

“Esta torna-se, assim, mais uma ferramenta ao dispor do setor vitivinícola regional e da estratégia que defendemos para o potenciar, conforme a medida criada no âmbito da Agenda Açoriana para a Criação de Emprego e Competitividade Empresarial que se encontra em implementação”, afirmou o Secretário Regional, que falava terça-feira na cerimónia que assinalou a acreditação da CVRAçores. 

Luís Neto Viveiros sublinhou que “a qualidade e, por maioria de razão, a qualidade certificada, são para o Governo dos Açores fatores essenciais à implementação dos produtos açorianos em mercados cada vez mais exigentes e globalizados”. 

O governante defendeu que, além da existência no arquipélago de três regiões demarcadas para a produção de vinho (Pico, Graciosa e Biscoitos, na Terceira), “existem ainda diversas zonas de produção de vinho sem denominação de origem, bem como extensas áreas de vinhas abandonadas presentes em todas as ilhas” que importa potenciar. 

Neto Viveiros recordou que o Governo dos Açores definiu objetivos estratégicos com vista “à dinamização e ao fortalecimento do setor, quer ao nível da produção, quer ao nível da transformação”, como a melhoria do rendimento dos viticultores, a recuperação, conservação e valorização do património genético das principais castas existentes no arquipélago e a consolidação da produção de vinhos com Denominação de Origem e Indicação Geográfica. 

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário