“Lobo e Cão” em antestreia no Teatro Micaelense

© RUI XAVIER

“Lobo e Cão”, o mais recente filme da realizadora Cláudia Varejão, vai ter antestreia nacional no dia 15 de novembro, no Teatro Micaelense, em Ponta Delgada, sessão que contará com a presença da realizadora e do elenco.

Rodado na ilha de São Miguel com um elenco de atores não-profissionais, o filme leva-nos a conhecer a realidade insular através de Ana, o seu grupo de amigos e a sua família. “Lobo e Cão” cruza realidade e ficção, numa ode à comunidade queer desta ilha.

“Esta antestreia é a celebração das vidas queer nas ilhas e é a minha gratidão a tantas pessoas que me ajudaram a realizar o filme”, afirmou Cláudia Varejão

Desde a estreia absoluta na 79.ª Bienal de Veneza, onde arrecadou o prémio de melhor filme na Giornata degli Autore, “Lobo e Cão” tem sido apresentado em vários festivais internacionais como o Festival Internacional de Cine de Valdivia (Chile), que terminou no passado dia 15 de outubro e onde arrecadou o prémio especial do júri ou no Festival du Film Indépendent de Bordeaux (França). 

Até ao final do ano, “Lobo e Cão” vai ser apresentado na Viennale (Áustria), Mostra de Valência (Espanha), Mostra Internacional de Cinema em São Paulo (Brasil) e Festival Internacional Cinéma Méditerranéen de Montpellier (França).

“Lobo e Cão” visita emoções e narrativas universais, mas parte de uma matriz local. E por isso, este filme que atravessou o mar é, antes de mais, para as pessoas da(s) ilha(s): porque para olharmos para dentro precisamos da distância para ver de fora. “Lobo e Cão” é uma produção da Terratreme em coprodução com a francesa La Belle Affaire, e vai estrear comercialmente nas salas de cinema portuguesas a 8 de dezembro.

Categorias: Cultura

Deixe o seu comentário