Lajes do Pico foi uma das vencedoras das 7 Maravilhas à Mesa

Lajes do Pico foi uma das vencedoras das 7 Maravilhas à Mesa, colocando em destaque a gastronomia dos Açores. para a Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo, que congratulou a Mesa das Lajes do Pico por ter sido uma das vencedoras do concurso 7 Maravilhas à Mesa, levando o nome dos Açores mais longe, ao evidenciar as particularidades gastronómicas do arquipélago.

A titular da pasta do Turismo salientou que “a identidade dos Açores passa, e muito, por aquilo que se partilha à mesa, numa viagem única de sabores, através de um roteiro de excelência de experiências gastronómicas”.

Marta Guerreiro evidenciou a “importância que os vinhos e o enoturismo já assumem e prometem assumir na ilha do Pico”, acrescentando que “estão em curso várias rotas de ‘touring’ cultural e paisagístico, nomeadamente a do Vinho, tratando-se de uma área classificada como Património Mundial da UNESCO que deve ser potenciada, onde, no ímpar conceito de adega, mais importante que fazer vinho, é a arte de bem receber”.

A mesa das Lajes do Pico foi selecionada como uma das 7 Maravilhas à Mesa, juntamente com Albufeira, Bairrada ao Mondego, Mirandela – Maria Rita do Romeu, Monção, Terras da Chanfana e Vila Real, de um conjunto de 14 finalistas, fazendo parte de um roteiro eno-gastronómico único de expressão nacional.

As 7 mesas vencedoras foram reveladas na gala final que decorreu domingo em Albufeira, com o objetivo de promover as regiões e o mundo rural, através da gastronomia e dos vinhos, fomentando o turismo e as experiências no território.

Naquela que foi uma das edições mais completas desde 2007, as 7 Maravilhas à Mesa® foi a sétima eleição realizada em Portugal, entregando um selo de garantia às Mesas homenageadas e promovendo as regiões de Portugal enquanto destino turístico de referência.

“Sendo o mar uma das nossas maiores riquezas, fonte de produtos de elevada qualidade, apostamos fortemente nos seus sabores. A Mesa “Lajes do Pico – Capital da Cultura da Baleia” procura apresentar uma oferta abrangente, permitindo, não só, degustar a nossa gastronomia e vinho, mas também conhecer a nossa cultura e desfrutar do conforto das nossas unidades hoteleiras.

A Mesa apresenta como Patrimónios da Categoria Gastronomia os sabores do Caldo de Peixe (Sopa), do Polvo Guisado (Prato de Marisco), do Cavaco (Produto Endógeno) e do Queijo de São João (Queijo), combinados com o património Arinto dos Açores Branco (Vinho Branco) da categoria Vinhos e Azeites.

Na Categoria Roteiros, o Museu dos Baleeiros (Museus), museu mais visitado dos Açores, é um ponto de paragem obrigatório, retratando de forma exímia a baleação nos Açores.

Depois de um mar de experiências, nada melhor do que desfrutar de momentos de conforto, relaxando na Aldeia da Fonte (Alojamento Turístico), uma unidade hoteleira de referência que se apresenta em perfeita simbiose com a natureza, destacando-se pelas suas boas práticas ambientais.”

 

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário