Cineteatro Lagoense recebe as “I Jornadas de História Local”

Jornadas-historia-local-Lagoa-CHAM-Uaç-universidade

Clique na imagem para ver o álbum de fotos.

Decorre ao longo do dia de hoje, sábado (dia 21), as I Jornadas de História Local, numa organização do Instituto Cultural Padre João José Tavares (ICPJJT) e o Centro de História de Aquém e Além-Mar (CHAM), da Universidade Nova de Lisboa (UNL) e Universidade dos Açores (UAç). 

A decorrer no Cineteatro Lagoense, as jornadas têm como principal objetivo promover a História Local nas suas mais variadas temáticas de forma a divulgar pesquisas e projetos, abrindo espaços de reflexão sobre a importância da História Local para o meio mas também para o todo regional, nacional e mundial em que se insere. 

Falando na sessão de abertura do evento, o presidente da Câmara Municipal de Lagoa disse esperar que, as jornadas possam contribuir para o aprofundamento da história dos açores, em particular no concelho de Lagoa. 

João Ponte disse ainda esperar que as jornadas possam servir para reviver a história local, o património e legado, mas sobretudo os desafios a ultrapassar nos dias de hoje. 

Por seu turno, Rui Câmara considerou uma aposta ganha, a realização das jornadas, sendo possível conhecer melhor o concelho, com a realização das mesmas. 

O presidente do ICPJJT aproveitou a ocasião para recordar o trabalho que tem sido realizado pelo instituto desde 2008, altura em que foi fundado o mesmo. 

Outro propósito do evento é o de também envolver o meio académico com a população local. Isso mesmo destacou Margarida do Vaz Rego Machado, coordenadora do CHAM, que no âmbito da sessão de abertura das jornadas, disse ser fundamental mostrar o que é feito no meio académico, e só possível com a realização e eventos como estas I Jornadas de História Local. 

As I Jornadas de História Local abordarão temas como: ” O Concelho da Lagoa”, “A Religiosidade” e “A Economia e a Sociedade”, através das várias comunicações proferidas por docentes e alunos. 

DL

Categorias: Local

Deixe o seu comentário