Lagoa assinala hoje 500 anos de elevação a vila e a sede de concelho com vários eventos

© CML

Assinala-se hoje, 11 de abril, a abertura oficial das Comemorações dos 500 anos de elevação de Lagoa a vila e a sede de concelho e dos 10 anos de cidade, dia em que se celebra, igualmente, o feriado municipal de Lagoa, ilha de São Miguel.   

Às 7h00 da manhã , a simbólica alvorada no edifício dos Paços de Concelho, seguinda do hastear da bandeira e da entoação do hino pelas bandas filarmónicas Estrela D´Alva e Lira do Rosário.  

O Museu de Lagoa-Açores organiza uma exposição intitulada Memórias Fotográficas do Concelho de Lagoa, inserida nas comemorações dos 500 anos da elevação de Lagoa a vila e a sede de concelho, que vai ser inaugurada às 16h00 de hoje, no átrio do Edifício dos Paços do Concelho. 

Esta é uma mostra documental que resgata as memórias coletivas relacionadas com o concelho de Lagoa, através da exposição de 44 fotografias alusivas a paisagens costeiras e rurais, vistas de núcleos urbanos e construções, datadas entre o século XIX e XXI, permitindo fazer uma comparação entre o passado e o presente. 

Trata-se de uma exposição itinerante ao ar livre, que tem uma duração de 9 meses, mais precisamente de abril a dezembro de 2022. Para além de percorrer as cinco freguesias lagoenses, irá deslocar-se, igualmente, aos lugares de Atalhada e Remédios e a algumas cidades geminadas, nomeadamente aos Estados Unidos da América e ao Canadá.  

Previsto também para este dia, está a sessão solene que irá decorrer, pelas 20h00, no auditório do Nonagon e que servirá para celebrar os 500 anos de elevação de Lagoa a vila e a sede de concelho e 10 anos de cidade. 

A ocasião servirá, também, para prestar homenagem a todas as instituições e associações do concelho de Lagoa, que até à data não receberam a Medalha de Mérito Municipal. Serão entregues medalhas de mérito no âmbito Social, Desportivo, Cultural, Educação e Ciência e Comercial/Empresarial, perfazendo um total de 41 instituições do concelho que serão condecoradas pela autarquia.   

No âmbito desta celebração será, igualmente, apresentada a medalha comemorativa dos 500 anos, elaborada pelo escultor João Duarte. Seguir-se-á uma palestra sobre História e Municipalismo, proferida pelo Professor Doutor João Paulo Oliveira e Costa, Professor Catedrático de História, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, da Universidade Nova de Lisboa.   

No decorrer da cerimónia, será ainda apresentado o projeto Mosaico de Vidas, que é um trabalho evolutivo que preserva, para memória futura, os depoimentos de lagoenses residentes no concelho, mas também noutras geografias, e que se destacam em atividades diversificadas. Este projeto não fica concluído no final de 2022, pois irá continuar a incorporar depoimentos durante alguns anos. Vai estar disponível online no portal da autarquia, e que, durante este ano, poderá ser acedido através de um QR Code, disponível na exposição itinerante Memórias Fotográficas da Lagoa. Através deste mesmo recurso os visitantes poderão aceder ao formato digital do Álbum de Memórias Fotográficas de Lagoa, que constituirá um testemunho material da celebração da efeméride.  

A sessão Solene de comemoração dos 500 anos de elevação de Lagoa a vila e a sede de concelho e dos 10 anos de cidade culmina com um apontamento musical, um concerto de harpa e flauta, que está a cargo do Instituto Cultural Padre João José Tavares.  

DL

 

Categorias: Local

Deixe o seu comentário