Lagoa assina o seu 10º protocolo de geminação

A autarquia lagoense, ao longo de 23 anos, tem vindo a celebrar a sua irmandade com várias vilas e cidades, entre os Estados Unidos, Canada, Cabo Verde e o Continente, contando atualmente com 10 geminações.

Esta terça-feira, dia 20 de junho, numa Assembleia Municipal extraordinária, foi aprovada por unanimidade a celebração dessa geminação, cuja assinatura do drotocolo de geminação com Fairhaven dos Estados-Unidos, aconteceu logo após a reunião, no Edifício dos Paços do Concelho, entre Cristina Calisto e Charles K Murphy, respectivamente, presidente da Câmara Municipal de Lagoa e Selectman de Fairhaven, Massachusetts nos Estados Unidos.

Este protocolo de geminação está integrado no Fórum para a Cooperação Cultural, Educativa e Económica, que decorre do dia 19 a 25 de junho e visa o reforço de identidades, passando pela partilha de conhecimentos tanto a nível cultural, como educativo e económico, entre as diversas geminações.

Para a autarca lagoense, a geminação com Fairhaven fazia todo o sentido, por haver laços que deviam de ser fortalecidos, principalmente por nesta cidade ter muitos emigrantes lagoenses . Estas duas cidades, para além das semelhanças em termos de pesca, de proximidade e ligação ao mar, também têm em comum as questões religiosas, nomeadamente com a festa em honra de Nossa Senhora dos Anjos, que habitualmente conta com a participação do pároco de Água de Pau, em Fairhaven. 

“Com a assinatura deste protocolo de geminação é o primeiro passo de um conjunto de relações que vamos estabelecer, não só do ponto de vista cultural como educativo, e também do ponto de vista do desenvolvimento económico”, afirma Cristina Calisto ao Jornal Diário da Lagoa.

Por seu turno, Charles K Murphy, salientou toda a sua satisfação com este protocolo, referindo desejar um intercâmbio entre os alunos lagoenses e de Fairhaven, adiantando que esta geminação é na realidade a criação de uma família entre as duas cidades.

De salientar, que a Lagoa, conta já com 10 geminações, sendo o concelho dos Açores com mais cidades geminadas, nomeadamente com: Sainte Thérese no Canadá, Bristol, Dartmouth, Rehoboth, New Bedford, Taunton e Fairhaven nos Estados-Unidos da América, Lagoa no Algarve, Biguaçu em Florianópolis, no Brasil e Santa Cruz na ilha de Santiago em Cabo Verde.

Esta geminações permitem impulsionar a interculturalidade, desenvolver diferentes projetos, partilhar experiências, colaborações e conhecimentos, mas principalmente desenvolver relações lusófonas.

DL/AS

Categorias: Local

Deixe o seu comentário