Lagoa anuncia plano de mobilidade urbana sustentável

© CML

A Câmara da Lagoa vai avançar com a elaboração de um Plano de Mobilidade Urbana Sustentável para o concelho de Lagoa, anunciou ontem, 29 de março, a autarquia lagoense.

De acordo com nota de imprensa enviada às redações, a Comissão de Trânsito (CT) e os lagoenses serão envolvidos no processo para que os seus contributos possam ser incorporados no Plano. A CT é composta pela Câmara Municipal de Lagoa, pela Polícia de Segurança Pública (PSP), pela Escola de Condução Lagoense, pela Associação dos Táxis de Lagoa e pelos presidentes das juntas de freguesia do concelho.

“O principal objetivo desta Comissão de Trânsito prende-se com a discussão e elaboração de pareceres sobre eventuais propostas relacionadas com questões estruturantes de trânsito e estacionamento no concelho de Lagoa”, refere a autarquia em comunicado.

A novidade foi avançada, em reunião, pela própria presidente da Câmara da Lagoa, Cristina Calisto, acompanhada pelo vice-presidente, Frederico Sousa, com o pelouro do trânsito, que reuniram no edifício dos Paços do Concelho com a CT.

Na reunião, foram discutidos um conjunto de situações, com o propósito de promover uma maior segurança rodoviária e pedonal, disciplina de estacionamento e melhoramento das condições de fluidez de trânsito nas diversas freguesias do concelho e no centro urbano da cidade.

O Plano de Mobilidade irá traçar um conjunto de prioridades e propostas a serem implementadas no concelho, durante os próximos 10 anos. 

A autarquia dá como exemplos “a criação de novas vias e parques de estacionamento; implementação de soluções de gestão de tráfego, eventuais alterações de trânsito, bem como novos sistemas de transporte público e de mobilidade sustentável”, seja ela através de modo suave ou através de meios não poluentes, de forma a criar melhores condições de mobilidade, descarbonização, humanização e saúde pública na cidade de Lagoa.

Segundo a autarquia, o procedimento concursal para a elaboração do Plano de Mobilidade Sustentável já terminou, tendo sido adjudicada à empresa VTM com um prazo previsto de execução de oito meses, com fase de caracterização e diagnóstico, seguido da fase de construção de cenários, objetivos e estratégia e a última fase com a conceção do plano de ação.

A intenção do Plano de Mobilidade, prende-se, “exatamente, com intensão de implementar melhorias na mobilidade do concelho, sendo esse um instrumento que sustente decisões de médio e longo prazo”.

O “principal foco do Plano serão os habitantes da Lagoa, sem descurar as necessidades de acessibilidade, mobilidade e estacionamento para quem visita o concelho, nomeadamente nos sítios de maior afluência de turismo, como é o caso das zonas balneares e de restauração”, conclui a Câmara da Lagoa.  

DL

Categorias: Local

Deixe o seu comentário