“Juventude em Perspetiva” é a moção temática da JSD ao 23º Congresso Regional do PSD/Açores

A JSD/Açores vai apresentar ao 23º Congresso Regional do PSD/Açores uma moção temática intitulada “Juventude em Perspetiva”, um documento que, segundo o líder da estrutura, “concentra o leque de propostas políticas relativas a problemáticas relacionadas com a juventude açoriana que temos apresentado ao longo deste mandato, revelando as suas preocupações e anseios”, explicou Flávio Soares.

Segundo Flávio Soares, “em cada uma das nossas nove ilhas, cada estrutura da JSD/Açores, trabalha com o mesmo propósito. São as nossas fontes de conhecimento sobre as problemáticas locais, e aceitam dar-lhes voz, encorpando o descontentamento e a vontade de mudança nas ações políticas atuais, com um espírito irreverente e uma atitude desafiadora”, elogia.

Na área do Emprego, os jovens social democratas reforçam a sua proposta de modificação nos tempos de pagamento aos jovens integrados nos programas ESTAGIAR, lutando por períodos de pagamento da compensação pecuniária mais céleres, a necessidade do aumento das equipas de fiscalização ao desempenho de funções naqueles programas, ou a regressão das últimas modificações ao programa regional ESTAGIAR U.

Na área da Habitação, defendem a criação de programas de apoio ao proprietário para o arrendamento jovem a preços de mercados descontados, uma vez que na maioria dos casos o arrendamento a estudantes limita-se aos quartos; Indicam ainda a criação de programas de reabilitação destinados exclusivamente ao alojamento estudantil nas cidades açorianos com maior procura, uma vez que em zonas com elevada carga turística, começa a ser um relevante problema, até agora esquecido pelo Governo Regional.

Outras das propostas defendidas pela JSD/Açores está relacionada com a Educação e as questões sociais, sendo que defendem a integração, em todas as escolas públicas regionais, de assistentes sociais, porque o contexto sociofamiliar é entendido como um fator limitador da aprendizagem podendo ser decisivo no sucesso escolar das crianças e jovens da nossa Região.

Com esta proposta, a JSD/Açores pretende “uma intervenção estratégica contínua, incindindo sobre os problemas sociais muito graves que assolam a nossa Região, e partindo de uma ação particular junto de crianças e jovens em meio escolar”, explica Flávio Soares.

Em continuação está a luta pela independência partidária do Conselho de Juventude dos Açores, “porque a JSD/Açores valoriza o trabalho daquele órgão do governo regional, pelo que defendemos a modificação ao seu funcionamento atribuindo a presidência do mesmo aos jovens responsáveis associativos, que teriam a responsabilidade de convocar e coordenar os trabalhos. Entendemos que, só assim, é possível fomentar a participação livre e aberta de todos numa verdadeira representação da juventude”, diz Flávio Soares, alertando que “nenhum dos representantes das juventudes partidárias deve ser eleito para qualquer um dos cargos a criar”, conclui.

A JSD/Açores salienta ainda que é urgente um debate sério e alargado, com os encarregados de educação, os professores e alunos, sobre o papel que desejariam para os profissionais de saúde nas escolas, sobre o aumento das dotações financeiras para a área, que permitam a formação de equipas multidisciplinares dedicadas em cada Unidade de Saúde de Ilha (USI).

A moção “Juventude em Perspetiva” vai ser apresentada pelo líder da JSD/Açores, indo a discussão no 23º Congresso Regional do PSD/Açores, a ter lugar no próximo fim-de-semana, em Vila Franca do Campo.

DL/JSD

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário