Instituto Açoriano de Cultura recebe Madalena San-Bento no Grémio das Nove

Grémio das Nove: O Escritor, A Literatura E A Humanidade: PROTAGONISMO CONSCIENTE OU IMPLÍCITO? por Madalena San-Bento

Esta sexta-feira, dia 3 de maio, pelas 21h00, o Instituto Açoriano de Cultura recebe Madalena San-Bento no Grémio das Nove, para uma conversa acerca da função consciente ou inconsciente do escritor e da literatura nas sociedades, assim como das motivações pessoais ou contextuais para os géneros e temas cultivados. A autora falará ainda do romance histórico e do cenário das ilhas enquanto especificidade e ingredientes universais.

Madalena San-Bento nasceu em 1966 em Ponta Delgada. Licenciada em História, professora e formadora, é atualmente diretora da Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada.

Colabora assiduamente com a imprensa e revistas da especialidade e é comentadora convidada da RTP Açores.

Em 1989 foi premiada pela Secretaria da Juventude com o conto Chuva de Cinzas e em 1994 recebeu o prémio Vitorino Nemésio pelo romance Os Expostos. Em 1997 publicou o ensaio Esta Santa Casa sob patrocínio da Santa Casa da Misericórdia da Ribeira Grande. Em 2005 foi premiada pela Secretaria Regional da Cultura com o romance Diário das Mulheres Toleradas e em 2010 publicou o conto infantil A Viagem de Aurora, edição da Câmara Municipal da Ribeira Grande.

Em 2013 publicou Da Anunciada, em 2015, O Editor e, em 2017, Terra Nostra Terra Sonhada – romances Históricos com a chancela da Ver Açor. Em 2018, a convite da Junta de Freguesia da Maia, publica Maia – A coragem renovada, um amor com tradição.

Fez parte da Comissão elaboradora do documento das Competências Essenciais do Currículo Regional do Ensino Básico, foi uma das responsáveis pelo programa da rádio “Cultura no Feminino”, coordenadora da Rede Regional de Bibliotecas Escolares e integra a Comissão Operacionalizadora do Plano Regional de Leitura.

DL/IAC

Categorias: Cultura, Regional

Deixe o seu comentário