Inaugurada nova pastelaria de economia social e solidária na Lagoa

© DL

Foi inaugurada esta terça-feira, 2 de novembro, na freguesia de Nossa Senhora do Rosário, na Lagoa, a pastelaria “Da´Talhada”. O espaço escolhido fica na Rua das Alminhas, no lugar da Atalhada e vende a queijada de batata.

A iniciativa do Centro Social e Cultural da Atalhada pretende criar postos de trabalho com um projeto de economia social e solidária, sendo que já estava para arrancar em 2020, mas a inauguração foi adiada devido à pandemia da covid-19.

Segundo o presidente do Centro Social e Cultural da Atalhada, Nuno Martins, “agora e mais do que nunca, fazia sentido abrir este espaço porque o mesmo, para além da venda direta daquilo que são os nossos produtos que existem há mais de 20 anos, visa um projeto maior que é o de economia social e solidária, que pretende, em última estância, a criação de emprego social”.

Em declarações ao Diário da Lagoa, Nuno Martins conta que para já “o espaço conta com três pessoas” e que a inclusão de mais funcionários vai depender do rendimento que o projeto gerar, sendo que “só há uma forma de criar emprego, que é gerando riqueza”. O responsável acrescenta ainda que “é uma questão de irmos captando as pessoas para fazerem formação connosco e depois de se integrarem [no projeto]”.

“Da´Talhada tenciona criar um projeto global com todas as valências do Centro, no sentido de obter uma oferta económica diferenciada para quem visita a Lagoa e, dessa feita, gerar rendimento e criar emprego” refere o presidente do Centro Social, evidenciando que se trata de “um produto exclusivo e com potencial enorme para quem nos visita”.

Nuno Martins defende também que o objetivo será desenvolver um produto que possibilite “algum rendimento capaz de criar emprego para as pessoas socialmente mais afetadas, nomeadamente para as mulheres com idades superiores a 45 anos, ou beneficiários do Rendimento Social de Inserção”.

Na ocasião, Cristina Calisto felicitou o novo empreendimento, salientando que todos os propósitos e objetivos do Centro Social e Cultural da Atalhada são nobres e prosseguem os interesses de todas as entidades convidadas para a cerimónia. A autarca desejou, igualmente, os maiores sucessos tanto para a pastelaria, como para os seus colaboradores, acreditando que o novo espaço será mais um fator de atração para os lagoenses e para quem visita o concelho de Lagoa.

A cerimónia contou com a presença da presidente da Câmara Municipal de Lagoa, Cristina Calisto, da presidente da Junta de Freguesia de N. Sra. do Rosário, Lucrécia Rego, do presidente do Centro Social e Cultura da Atalhada, Nuno Martins, do padre Paulo Vieira e da Diretora Regional do Apoio ao Investimento e à Competitividade, Ana Margarida Reis, em representação do presidente do Governo regional dos Açores.

DL

Categorias: Local

Deixe o seu comentário