Hasteada bandeira azul no Complexo de Piscinas da Lagoa no arranque da época balnear

Foto: DL

A época balnear no concelho de Lagoa arrancou este sábado, 20 de junho, com o hasteamento simbólico da bandeira azul no Complexo Municipal de Piscinas de Lagoa, pelo 24.º ano, e no porto da Caloura, pelo 21.º ano consecutivo. Em simultâneo, ambos os locais foram galardoados com as bandeiras “Qualidade de Ouro” e o Complexo Municipal de Piscinas de “Praia Acessível”.

Ambas as zonas balneares foram preparadas de acordo com as recomendações da Autoridade Regional de Saúde, Direção Regional dos Assuntos do Mar e Autoridade Marítima, para evitar a propagação da Covid-19. Todas as informações encontram-se devidamente dispostas em lugares visíveis nestes espaços, tendo como base as recomendações do distanciamento social, desinfeção de mãos, etiqueta respiratória, bem como as regras de utilização que os banhistas têm de ter em relação a cada um dos espaços. O executivo da Câmara Municipal de Lagoa apela, assim, à compreensão de todos e “ao bom uso das zonas, respeitando as regras e invocando a responsabilidade que cada utente detém no usufruto daquelas zonas balneares, bem como na proteção de si próprio e os outros. Se todos respeitarem, todos poderão usufruir dos espaços e contribuir para a garantia da saúde pública. Trata-se de uma responsabilidade que é de todos e que deve ser assumida por cada um”.

Face às circunstâncias excecionais e no esforço coletivo de prevenção da doença COVID-19, foram adotadas novas condicionantes de funcionamento nas zonas balneares. As restrições e limitações serão dinâmicas e decorrerão naturalmente da avaliação e evolução do surto pandémico mundial, da sua evolução na região e das correspondentes orientações das autoridades de saúde.

 O Complexo Municipal de Piscinas da Lagoa funcionará apenas com acesso ao mar, com lotação máxima de 300 utentes, sendo que os chuveiros/vestiários não estarão disponíveis, à exceção dos chuveiros exteriores, nos quais não poderá ser utilizado shampoo e produtos higiênicos a fins.

No que diz respeito ao horário de funcionamento, este será das 9h00 às 13h00 e das 15h00 às 19h00, sendo que, entre as 13h00 e as 15h00, irá realizar-se a limpeza e higienização de todo o espaço. Haverá apenas um bilhete único de entrada, no valor de 1 euro, por período de funcionamento (manhã ou tarde), estando os bebés, até os dois anos, isentos de pagamento, sendo que, não será permitida a entrada de menores de 16 anos sem um acompanhante adulto. Estarão disponíveis os alugueres de guarda-sol, com a sua respetiva base, por período de funcionamento (manhã ou tarde) mas não serão alugadas espreguiçadeiras.

Relativamente à zona balnear do Porto da Caloura, a mesma manterá o regime de acesso habitual mas condicionado à compatibilização entre a permanência e o distanciamento social. Também nesta zona balnear os chuveiros/vestiários interiores não estarão disponíveis – apenas o exterior.

DL/CML

Categorias: Local

Deixe o seu comentário