Grupo de Cantares Tradicionais de Santa Cruz prepara nova digressão de Intercâmbio Cultural

O Grupo de Cantares Tradicionais de Santa Cruz está a preparar um novo Intercâmbio Cultural, desta feita a Valmaior, Albergaria-a-Velha.

Trata-se de um intercâmbio que surgiu depois de, em abril do ano transato, o Grupo de Cantares Tradicionais de Santa Cruz ter recebido, na Lagoa, o Grupo de Cantares de Santa Eulália. 

No âmbito do programa desta deslocação à Região de Aveiro, que decorrerá entre 30 de maio e 03 de junho, a comitiva açoriana ficará instalada em Albergaria-a-Velha.

Depois da viagem inicial dia 30, no dia seguinte será feita uma visita à Barragem de Ribeiradio e Termas de S. Pedro do Sul, seguido de almoço no Chão do Ribeiro.

À tarde segue-se a visita à Rota dos Moinhos – Soutelo, Branca; Ribeira de Fráguas.

Ao inicio da noite decorrerá o jantar e actuação no Rancho Folclórico de Ribeira de Fráguas, com a presença das Entidades Oficiais e Diretores dos Grupos.

No dia 1 de junho, será a vez da comitiva ficar a conhecer Albergaria-a-Velha, com passagens pela Câmara Municipal e Junta de Freguesia.

Depois do almoço no restaurante “O Condado”, segue-se a participação no “VI Festival do Pão de Portugal”, onde o Grupo de Cantares Tradicionais de Santa Cruz fará uma atuação.

À noite decorrerá o jantar com a presença de entidades oficiais e diretores dos Grupos.

No dia seguinte, dia 02 de junho, terá lugar uma visita a Aveiro, com cruzeiro na ria e visita, seguido de almoço em Angeja.

À tarde haverá a atuação dos grupos na Igreja de Angeja.

Depois do jantar, já em Valmaior, segue-se a atuação dos grupos na Igreja de Valmaior.

No último dia deste Intercâmbio Cultural, depois da saída de Albergaria-a-Velha, haverá uma última paragem em Valmaior, seguindo a viagem para o Porto, com uma paragem nas Caves em Vila Nova de Gaia.

Para Fernando Jorge Moniz, presidente do grupo, “estes intercâmbios acabam por ser um incentivo para quem participa no grupo” até porque, segundo recorda, “todos estão duma forma gratuita e esta é uma forma de retribuir, além de dar a possibilidade de conhecer outras pessoas, conhecer outras culturas”.

O responsável recorda que o Grupo de Cantares Tradicionais de Santa Cruz (GCTSC) é composto por pessoas de várias gerações, e existem pessoas que, se não fosse num grupo assim, talvez não saíssem da ilha, recordando que o GCTSC já possibilitou várias deslocações ao continente Português, à Madeira, aos Estados Unidos da América e a outras ilhas dos Açores, sendo que, nestes intercâmbios ganha-se novos conhecimentos e criam-se novas amizades.

DL

Categorias: Cultura, Local

Deixe o seu comentário