“Governo falha promessa do Centro de Interpretação da Cultura do Ananás”

estufa-ananas

O PSD/Açores pediu explicações ao Governo Regional sobre o atraso na conclusão da obra de construção do Centro de Interpretação da Cultura do Ananás, localizado na freguesia da Fajã de Baixo (São Miguel), que o governo anunciou para junho de 2013.

Num requerimento enviado à Assembleia Legislativa, os deputados José Andrade e Renato Cordeiro consideram que “foi falhada mais uma promessa deste governo, e querem saber quando se verificará a conclusão da empreitada e com que custo final”, questionam.

“Com mais de um ano de atraso, a sua execução “encontra-se ainda muito longe do fim, avançando a passo de caracol, perante o natural desespero da população local.

O processo encerra promessas não cumpridas e prazos não respeitados”, diz José Andrade.

“A sua construção foi sugerida pela Part’Ilha – Associação de Cultura e Desenvolvimento Local, em novembro de 2006, e logo acolhida pelo então presidente do Governo Regional. Mas só em setembro de 2009 se apresentou publicamente o estudo prévio do projeto, estimando o executivo que as obras acabariam até ao final de 2011”, cita.

“Só em fevereiro de 2012 é que foi lançado o concurso público da empreitada, por cerca de meio milhão de euros, iniciando-se a obra em setembro, com um prazo de execução de 300 dias. Deveria ter ficado concluída há 14 meses, cerca de 700 dias, mas continua sem fim à vista”, reforça José Andrade.

Sensíveis ao descontentamento popular, os deputados do PSD/Açores propuseram-se visitar as obras, integrando a visita num programa de contatos com entidades representativas da cultura do ananás: “Estranhamente, o governo respondeu-nos que, como a obra ainda não está concluída, o Senhor Secretário Regional da Agricultura e Ambiente estaria pronto para nos receber logo que a mesma esteja pronta. Ou seja, só é possível visitar as obras em curso quando elas estiverem concluídas”, diz José Andrade.

DL/PSD-A

Categorias: Sem categoria

Deixe o seu comentário