Governo dos Açores conta com os caçadores para continuar a garantir a sustentabilidade dos recursos cinegéticos

O Governo dos Açores tem trabalhado em “estreita colaboração” com os caçadores e as suas associações representativas para continuar a garantir a sustentabilidade dos recursos cinegéticos no arquipélago, segundo referiu o Secretário Regional da Agricultura e Florestas.

Falando no I Fórum da Caça nos Açores, dedicado à sustentabilidade e aos desafios do setor, João Ponte apontou como exemplo o novo diploma sobre a gestão dos recursos cinegéticos e o exercício da caça nos Açores, um documento estratégico e orientador que teve em conta estudos científicos, preocupações ambientais, o respeito pelas diretivas comunitárias e os contributos das associações de caçadores e ambientalistas.

O Secretário Regional sublinhou que a agropecuária depende da existência das populações de várias espécies cinegéticas, mas, muitas vezes, o seu excesso causa prejuízos na agricultura, sendo o papel dos caçadores fundamental para corrigir densidades.

Para João Ponte, o futuro da caça assenta num compromisso compartilhado de continuar a administrar os recursos cinegéticos para garantir às gerações futuras a sustentabilidade desta atividade secular e com tradição nos Açores.

O governante considerou que este I Fórum da Caça, evento que o Governo Regional pretende tornar anual e com realização noutras ilhas, é de extrema importância para refletir sobre a sustentabilidade e os desafios da caça nos Açores, algo que diz respeito a vários parceiros e não só ao Governo Regional.te.

Por outro lado, a caça pode efetivamente contribuir para a promoção da Região enquanto destino turístico de natureza, frisando o Secretário Regional que a “conjugação dos dois setores é possível e até complementar”.

O I Fórum da Caça teve uma organização conjunta do Governo dos Açores, do Clube de Caçadores de Vila Franca do Campo e da Câmara Municipal de Vila Franca do Campo.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário