Governo cria o programa INCLUI MAIS para apoio à inclusão

Reunido em Conselho de Governo, o executivo regional decidiu lançar o concurso público para a requalificação da Escola Básica Integrada de Rabo de Peixe, concelho da Ribeira Grande, com um valor base de 13,9 milhões de euros.

É assim lançado um novo concurso para esta nova infraestrutura escolar, depois de no primeiro concurso não terem sido apresentadas propostas, para que seja possível materializar este importante investimento para a Vila de Rabo de Peixe, garantindo-se assim melhores condições de infraestruturas e equipamentos escolares para esta comunidade.

Na mesma reunião, o executivo açoriano deliberou, igualmente, lançar dois concursos para a realização de campanhas de promoção turística no exterior, em Espanha e no Reino Unido, com um valor global de cerca de dois milhões, seiscentos e cinquenta mil euros.

Com estes procedimentos serão adquiridos serviços para a promoção turística do destino Açores junto de mercados externos.

No caso de Espanha, o concurso terá um valor global de cerca de um milhão, duzentos e setenta e cinco mil euros, para campanhas de promoção durante 15 meses.

No caso do Reino Unido, o concurso terá um valor global de cerca de um milhão, trezentos e oitenta mil euros para campanhas promocionais com a duração de 17 meses.

Desta forma, o Governo dos Açores avança com um investimento público considerável na promoção da Região em mercados que constituem uma mais valia significativa para o setor turístico regional, contribuindo assim para a consolidação do caminho de crescimento que esta área tem tido em todas as ilhas dos Açores.

Por outro lado, o governo decidiu criar a medida EXPORTAR AÇORES. Segundo o executivo, esta medida apoia as empresas em aquisições no domínio da exportação de produtos e serviços, criando assim condições de competitividade e de aumento da produtividade das empresas açorianas.

As empresas beneficiárias podem, desde modo, contratualizar serviços no domínio da exportação de produtos e serviços, nomeadamente os direcionados ao desenvolvimento de projetos de prospeção e conhecimento de mercados externos, de projetos de comercialização e marketing, de desmaterialização na relação com clientes, desenvolvimento de planos de exportação, conhecimento de legislação específica em vigor nos países para onde se pretenda exportar, incluindo ainda apoios no âmbito da capacitação para a exportação e de consultadoria.

Esta é mais uma medida que visa aumentar a capacidade exportadora da economia açoriana, consolidando o caminho de crescimento económico da Região, onde a capacidade de exportação das nossas empresas é um fator fundamental para mais e melhor desenvolvimento económico.

O executivo açoriano aprovou ainda o programa INCLUI MAIS para apoio à inclusão e aumento de competências laborais para pessoas com deficiência.

Este programa destina-se a pessoas com deficiência e incapacidade comprovada igual ou superior a 60%, criando e promovendo experiências profissionalizantes a estes cidadãos que pretendam entrar ou reentrar no mercado de trabalho.

Desta forma, pretende-se melhorar a empregabilidade das pessoas com deficiência e incapacidade, favorecendo a criação de hábitos de trabalho e o desenvolvimento de competências pessoais e sociais, bem como sensibilizar a comunidade para as potencialidades das pessoas com deficiência e incapacidade e para o respeito pela diferença, aproximando as pessoas com deficiência e incapacidade que procuram trabalho, de quem as pode recrutar.

Os projetos deste âmbito destinam-se a Instituições Particulares de Solidariedade Social e empresas.

DL/Gacs

Categorias: Regional

Deixe o seu comentário