Gilberto Borges distinguido em sessão comemorativa dos 429 anos da freguesia do Rosário

© CML

A freguesia de Nossa Senhora do Rosário, na Lagoa, ilha de São Miguel, celebrou o seu 429.º aniversário na passada terça-feira, 5 de março, numa sessão comemorativa que foi assinalada no âmbito das Comemorações dos 500 anos de elevação de Lagoa a vila e a sede de concelho e dos 10 anos de cidade.

Gilberto Borges, antigo presidente da junta de freguesia do Rosário, recebeu a medalha da freguesia pela sua dedicação nos anos em que esteve ao serviço do poder local.

Gilberto Borges, iniciou como membro da Assembleia Municipal da Lagoa de 1980 a 1982 e depois como membro da Assembleia de Freguesia do Rosário (de 2006 a 2009). De 2009 a 2013 foi membro do executivo da junta e, de 2013 a março de 2021, como presidente dajunta de freguesia, deixando obras relevantes.

“Trabalhou em prol da sua freguesia, sempre de forma isenta, determinada e muito empenhada, sendo de destacar o seu enorme sentido de responsabilidade, disponibilidade, lucidez e seriedade”, salientou a presidente da Câmara da Lagoa, Cristina Calisto durante a sessão comemorativa.

O reconhecimento deve servir de “exemplo para todos nós que estamos ao serviço das causas públicas, para que que possamos conduzir a nossa atuação diária com determinação e exemplo em prol de uma Lagoa com mais qualidade e, acima de tudo, que esteja na rota de um futuro mais esperançoso e próspero, onde as pessoas foram, são e continuarão a ser a principal prioridade”, salientou ainda a presidente de câmara.

Cristina Calisto, relembrou também que “passados dois anos de uma pandemia que nos limitou, estamos todos juntos, para celebrar os 429 anos da freguesia de Nossa Senhora do Rosário” e destacou que “a freguesia do Rosário é, sem dúvida, o centro urbano principal do concelho e daqui partem os catalisadores da prossecução social de todo o concelho”.

Por outro lado, a autarca lagoense avançou que é intensão da Câmara Municipal continuar a projetar a freguesia no futuro, mais precisamente com a candidatura ao projeto Bairros Digitais; garantir que o Cabo Submarino seja amarrado no Rosário servindo diretamente as empresas do Tecnoparque , local onde também se pretende que venha a ser uma Zona Livre Tecnológica, cuja Legislação Regional está a ser trabalhada e isso, sem descurar as respostas sociais, nomeadamente com a Estratégia Local de Habitação, a ser implementada até 2026.

Cristina Calisto agradeceu, igualmente, toda a colaboração da junta de freguesia do Rosário, na pessoa da sua presidente, Lucrécia Rego, pelo seu “bom desempenho e pela capacidade que tem de saber ouvir e de ser, acima de tudo, uma mulher de causas e solidária” e felicitou Gilberto Borges pela sua “meritória e justa homenagem pelo trabalho que desenvolveu durante os 18 anos em que esteve ao serviço do Poder Local”.

A sessão comemorativa finalizou com a atuação do Orfeão de Nossa Senhora do Rosário e do Coro da Associação Musical de Lagoa.

DL

Categorias: Local

Deixe o seu comentário