Log in

SAD do Santa Clara confirma investigação do Ministério Público

© DL

A SAD do Santa Clara confirmou, através de comunicado, que “decorrem nesta altura diligências por parte do Ministério Público nas instalações da sociedade anónima” que se relacionam com transferências para as contas de administradores de empresas e outras entidades.

Mais esclarece a atual administração, presidida por Bruno Vicintin, que “esta recolha de documentação está relacionada com atos de gestão de administrações anteriores”, acrescentando que “esta SAD colaborou – e assim continuará sempre a fazer – com a investigação das autoridades, aguardando pelo normal curso da justiça.”

A nota divulgada pelo Ministério Público refere que “as buscas foram efetuadas a residências em Ponta Delgada, Vila Nova de Famalicão, Moimenta da Beira, Espinho, Lisboa e ainda na Madeira, Além disso, escritórios de advogados situados em Lisboa e nos Açores e três empresas açorianas foram alvo das buscas”.

De acordo com a mesma nota “em causa estão factos suscetíveis de constituir a prática de crimes de branqueamentos de capitais, participação económica em negócio, peculato e abuso de confiança”.

Os leitores são a força do nosso jornal

Subscreva, participe e apoie o Diário da Lagoa. Ao valorizar o nosso trabalho está a ajudar-nos a marcar a diferença, através do jornalismo de proximidade. Assim levamos até si as notícias que contam.

Laisser un commentaire

Votre adresse e-mail ne sera pas publiée. Les champs obligatoires sont indiqués avec *

CAPTCHA ImageChanger d'image