Log in

Operário vence jogo com criticas do Ideal à arbitragem

futebol-acores-lagoa-operario-ideal_02out16_campeonato-portugal-prio_serie-e7

A equipa do Operário venceu, este domingo, dia 02 de outubro, o SC Ideal, em jogo a 5ª jornada do Campeonato de Portugal Prio, partida da Série E, disputado no Campo João Gualberto Borges Arruda, na Lagoa.

Um dérbi quente, com muita luta pela posse da bola, e no final com muitas criticas à arbitragem, nomeadamente por parte da equipa visitante.

Após o apito final foram várias as críticas lançadas por jogadores e dirigentes do Ideal à equipa de arbitragem, e já na sala de imprensa o treinador Luis Roquete deu voz às criticas, acusando o árbitro do encontro de ter feito uma arbitragem puramente caseira.

luis-roquete-treiandor-ideal-futebol-acores-campeonato-portugal1

O técnico do Ideal destacou ter sido um jogo entre duas equipas que mantém jogos muito equilibrados e muito competitivos tendo culpabilizado a sua equipa por esta derrota, pois tiveram oportunidades de matar o jogo e não o fizeram, reconhecendo que na segunda parte, o Operário foi mais competitivo que o Ideal.

O técnico verde e branco acusou a equipa de arbitragem de dualidade de critérios, tendo entrado na segunda parte claramente a levar a equipa da casa ao colo para dar a volta ao resultado como acabou por acontecer.

Roquete não tira o mérito aos fabris, recordando que foi uma equipa que lutou, “mas o árbitro levou o Operário colo para a vitória”, disse.

futebol-acores-lagoa-operario-ideal_02out16_campeonato-portugal-prio_serie-e8

Por seu turno, no final do encontro, o treinador do Operário, André Branquinho admitiu que a sua equipa dominou a segunda parte, tendo os jogadores feito aquilo que lhes foi pedido ao intervalo, altura em que a equipa perdia por 0-1.

“Esta vitória é deles, foram verdadeiros operários, humildes e trabalhadores”, disse.

O técnico do Operário admitiu que a sua equipa foi surpreendida pelo sistema tático apresentado pelo Ideal (3-5-2) tendo a sua equipa levado um bocado a perceber o sistema, mas foi um trabalho de grupo que levou à recuperação na segunda parte.

“No segundo tempo conseguimos anular o sistema tático do Ideal. Estivemos fortes nas primeiras e segundas bolas, e tivemos o controle de jogo quando percebemos o que tínhamos de fazer com e sem bola”. 

andre-branquinho-treiandor-operario-futebol-lagoa-acores1

Sobre as criticas à arbitragem, o treinador do Operário não se quis alongar no comentário, recordando que Operário foi o melhor em campo, principalmente na segunda parte, anulando o sistema tático do Ideal e conseguindo chegar ao golo.

“Quanto ao resto são opiniões”, referiu, admitindo ter havido várias situações que poderiam ser discutidas, mas preferiu não entrar por ai, destacando o que considerou ser um bom espetáculo de  futebol, com várias oportunidades para as duas equipas, e venceu a que marcou dois golos.

DL

Os leitores são a força do nosso jornal

Subscreva, participe e apoie o Diário da Lagoa. Ao valorizar o nosso trabalho está a ajudar-nos a marcar a diferença, através do jornalismo de proximidade. Assim levamos até si as notícias que contam.

Laisser un commentaire

Votre adresse e-mail ne sera pas publiée. Les champs obligatoires sont indiqués avec *

CAPTCHA ImageChanger d'image