Festival Pride Azores: Abrir Armários, Criar Pontes

LGBT
Durante os dias 28, 29 e 30 de agosto, na maior cidade do arquipélago, Ponta Delgada na ilha de São Miguel, a associação LGBT Pride Azores em parceria com várias entidades apresenta esta ação de visibilidade para com o ser Lésbica, Gay, Bissexual, Transgénero e seus simpatizantes (LGBTS) nos Açores.

Em encontros tertúlia, apresentações, exposições e rodagem de filmes de temática a orientação sexual, assim a associação dá mais visibilidade a uma minoria que ráramente é falada em praça pública mas que afeta todas as famílias açorianas. A terminar o festival a manifestação nas ruas dá bem vindas a todas as pessoas que queiram participar para realizar a Marcha LGBTS a prol dos direitos humanos para todos os seres humanos.

Com o tema “abrir armários, criar pontes” a Pride Azores pretende incentivar que os açorianos e açorianas que são de orientação sexual não heterossexual se sintam um pouco mais confortáveis consigo próprios e passem a viver naturalmente perante sociedade.

A programação do Festival Pride Azores é aberta ao público em geral.

Quinta-feira pelas 19h apresenta o primeiro evento no Jardim de Antero de Quental com uma conversa sobe ALice Moderno e Maria Evelina: Amor e Ativismo em São Miguel. Pelas 22h na Biblioteca e Arquivo Regional de Ponta Delgado podem ver a exposição de fotografia “All Love is Equal” de Braden Summers e um mini-festival de filmes curtas com histórias e imagens que vem desde o Brasil, Inglaterra, Dinamarca, Grécia e Bélgica.

A UMAR-Açores organiza uma exposição “Portugal e o Mundo nos Direitos LGBT” a ser paresentada na Praça Central do SOLMAR na Avenida, entre outros programas.

A Marcha que acontece no sábado 30 de agosto tem encontro nas Portas da Cidade pelas 18h e percorre a Avenida até às Portas do Mar.

DL/prideazores

Categorias: Cultura

Deixe o seu comentário