Festival de Sopas do Cabouco preserva a gastronomia tradicional

O Centro Social e Cultural do Cabouco organizou, a 27 de abril, a 4ª edição do Festival de Sopas do Cabouco, que contou com o apoio da Câmara Municipal de Lagoa.

Este ano, o festival contou com a participação de 12 sopas feitas por particulares, grupos e associações.

O vereador da Câmara Municipal de Lagoa, Fernando Jorge Moniz, marcou presença no evento e deu os parabéns a todos os participantes. Apelou para a continuidade do festival, sendo “uma forma de divulgar e preservar a nossa gastronomia e, ao mesmo tempo, apoiar o Centro Social e Cultural do Cabouco”. Congratulou, assim, a direção pelo “excelente trabalho que tem vindo a realizar”.

Aliando a vertente gastronómica à interação entre a comunidade, num espaço de convívio, a instituição impulsionadora do evento, na freguesia do Cabouco, mobilizou mais de uma dezena de grupos, associações e particulares da freguesia, com a contribuição de uma sopa.

De acordo com a organização, o objetivo do evento, “sensibilizar para o interesse cultural da confeção de sopas tradicionais, incentivando a participação e a criatividade da população local” foi cumprido, sendo a repetir no próximo ano. O festival recebeu, este ano, mais de uma centena de visitantes, que puderam provar as várias sopas disponíveis. Os fundos angariados foram para ajudar naquelas que são as missões desta instituição de cariz social e cultural.

DL/CML

Categorias: Local

Deixe o seu comentário