Festival Azores Burning Summer realiza-se com restrições

Foto DR

Música e Cinema, são estes os ingredientes que vão manter viva a chama do Eco Festival Azores Burning Summer em 2020.

O festival vai durar quatro dias uma com lotação limitada a 150 pessoas e diversas restrições, informa a organização.

O Azores Burning Summer acontece desde 2015 no Parque e Praia dos Moinhos, no Porto Formoso, ilha de São Miguel. Diferencia-se no quadro dos festivais de música nacionais pelas iniciativas de cariz artístico e de sensibilização ecológica, pelas boas práticas ambientais e controlo de impactos.

Tendo em conta o actual contexto da pandemia e numa perspectiva de contribuir para a continuidade da actividade cultural em segurança, a organização do Eco Festival Azores Burning Summer decidiu realizar a edição de 2020 num formato reduzido e restritivo de modo a garantir a máxima proteção da saúde pública.

Durante quatro dias vários artistas locais irão subir ao palco montado na esplanada da Praia dos Moinhos. A programação contempla a participação dos DJ’s Matti, Nex, Tape e Narco Paulo e os concertos de Sara Cruz, Funny Caravan Jazz Quartet, Nordela Jazz Convention e PMDS.

O ciclo de cinema estreia-se ao ar livre na Praia dos Moinhos com a apresentação dos filmes: Gipsofila de Margarida Leitão, Volta à Terra de João Pedro Plácido, Pára-me de repente o pensamento e Baraka de Ron Fricke.

A edição de 2020 irá decorrer nos dias 26, 27, 28 e 29 de Agosto, entre as 19h e meia noite, com lotação máxima de 150 pessoas, numa área de 450m2, com lugares marcados, mesas com 2 cadeiras e distanciamento social, incluindo uma distância de 4m entre palco e primeira fila do público.

O evento é organizado pela ARTAC – Associação Regional para a Promoção e Desenvolvimento do Turismo, Ambiente, Cultura e Saúde.

A Organização do festival está a acompanhar as orientações da Autoridade Regional de Saúde e, caso não existam condições para a realização do evento, o mesmo será ajustado ou adiado.

DL

Categorias: Cultura

Comentários

  1. Stan Pilev 18 Agosto, 2020, 17:34

    isso não vai acontecer porque a Autoridade de Saúde ainda não emite licenças. Também estamos esperando por uma licença há 2 semanas

    Responder a este comentário

Deixe o seu comentário