Festas comunitárias são “momento de encontro com irmãos”

Procissão-Remedios

O Pregador do Sermão de despedida a Nossa Senhora dos Remédios, momento que encerra esta festa em honra da padroeira da comunidade dos Remédios da Lagoa, ilha de São Miguel, pediu a todos os fieis que aproveitem estes momentos para “revigorarem a atenção aos outros, sobretudos os que mais sofrem”.

Esta segunda feira à noite, o Vigário Paroquial da Povoação Pe João Ponte, convidado para pregar este momento simbólico,  lembrou no seu sermão as vitimas do desemprego, as famílias destroçadas pelo comportamento desviantes dos filhos, os emigrantes, os doentes e “todos os que de uma maneira ou de outra sofrem em silêncio”, rogando à Virgem que “interceda por eles”.

Esta pequena comunidade do concelho da Lagoa, na costa sul da ilha de São Miguel, saiu à rua para se despedir da imagem de Nossa Senhora dos Remédios, que durante uma semana animou a vida nesta freguesia.

Antes da despedida, que se realizou à meia noite de segunda feira, junto à Ermida, um grupo de quatro cantadores ao desafio, acompanhado de dois tocadores, entoou várias quadras invocando Nossa Senhora.

DL/DioceseAngra

Categorias: Cultura

Deixe o seu comentário