Festa do Chicharro com regras de trânsito e de segurança bem definidas

FEsta-Chicharro-Ribeira-Quente

Foram conhecidas as regras de circulação de trânsito e de segurança especificamente criadas para a XXV Festa do Chicharro, que se realiza de 10 a 13 de julho, na freguesia da Ribeira Quente. 

Segundo a organização, a via de acesso à freguesia da Ribeira Quente ficará fechada ao trânsito, no sentido, Furnas – Ribeira Quente, no dia 10, entre as 17 horas e a 5 da manhã; no dia 11, entre as 16 horas e as 5 da manhã, e no dia 12, entre as 14 horas e as 5 da manhã, exceto para moradores e veículos autorizados. 

Será igualmente proibido o estacionamento de veículos nesta única via de acesso à Ribeira Quente nos dias do Festival, durante as horas já acima mencionadas. 

O acesso à freguesia far-se-á, sobretudo, pelos autocarros que serão disponibilizados com saída das Furnas. A associação Maré Viva disponibiliza também um parque de estacionamento com capacidade para 500 viaturas ligeiras na freguesia das Furnas, além dos habituais locais de estacionamento que o Vale Formoso dispõe. 

Para que a Polícia de Segurança Pública consiga levar por diante o seu plano e garantir a maior fluidez de circulação de autocarros ao longo da via de acesso à freguesia da Ribeira Quente será implementado um apertado circuito de fiscalização ao longo de toda a estrada com elementos da PSP apeados na entrada e na saída da localidade, além de elementos que circularão em motociclos para garantir a fluidez de trânsito e controlar a proibição do estacionamento ao longo da via e ainda o uso do reboque da Polícia, quando estritamente necessário. 

Ruben Medeiros, Comissário da PSP, pediu a máxima colaboração do público. “Lançamos o repto às pessoas para que venham cedo e que aproveitam as excelentes condições que esta freguesia oferece e assistam ao festival”. E acrescentou: “temos que começar a abandonar a postura de chegar à freguesia às 9h30 da noite para um espetáculo que começa às 10. Todos nós sabemos que temos de chegar cedo, de modo a permitir que os autocarros consigam transportar as pessoas, que depois passam pelo processo de revista e que tenham efetivamente acesso aos espetáculos. Há que, de parte a parte, estabelecermos um compromisso de forma a garantir que cada um faz a sua parte”.

Embora não existam “planeamentos perfeitos”, o Comissário da PSP deixou claro que as questões de acesso e de segurança estão devidamente identificadas “ de modo a aumentarmos ao máximo as probabilidades de isto correr bem. Das lições aprendidas no ano passado transportamos para este ano os ajustes introduzidos e tudo vai no sentido de nós podermos garantir que, nesta edição, aumentamos, em muito, as probabilidades para que o Festival corra da melhor forma e, em concreto, que o acesso seja facilitado e efetivo”. 

Ruben Medeiros clarificou ainda que a ação da PSP, nesta Festa do Chicharro, será tripartida. “Vamos investir nas questões de ordem pública, na prevenção e no combate à pequena criminalidade, como são os crimes de oportunidade, de furto no interior de veículos, as subtrações de telemóveis e das carteiras e ainda o combate ao pequeno tráfico de estupefacientes. 

Além das questões de segurança, este ano, também existem mais opões para acampamento. São três os locais para acampamento dentro da freguesia: um na zona por cima da Praia do Fogo, outro junto à Ribeira e ainda outro no Campo de Futebol. O acampamento na zona por cima da Praia e no Campo de Futebol será autorizado já a partir do dia 5 de julho e na zona da Ribeira, a partir do dia 7. 

Ruben Melo, Presidente da Associação Maré Viva, lembrou que o ingresso total para a Festa do Chicharro custa 23 euros, até ao dia 6 de julho. Depois disso, valerá 30 euros. 

O Presidente da Maré Viva deseja que ninguém fique de fora desta edição. “Vão ser uns 25 anos muito bem comemorados, já que para além do cartaz apresentado, vão acontecer muitas surpresas e algumas novidades que serão inéditas a nível regional. Não queriam ficar de fora, pois trabalhamos muito para ter uma XXV edição da Festa do Chicharro completamente inesquecível”, explicou Ruben Melo. 

Recorde-se que a edição dos 25 anos da Festa do Chicharro vai ser comemorada com os UB 40, Richie Campbell, Starlight, Tim Royko & Cosmo Klein, Quentin Mosimann, Tony Junior, entre outros.

DL/CMP

Categorias: Cultura

Deixe o seu comentário